• Quinta-feira 10°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Expandir ▼

Vota aqui no teu projeto favorito

Propostas OPJ Baião 2021

Se tens entre 16 e 30 anos e és residente no concelho de Baião, podes eleger o teu projeto favorito de entre os candidatos ao Orçamento Participativo Jovem de Baião.

Nesta página podes VOTAR e contribuir para que uma proposta elaborada por jovens baionenses se concretize e contribua para um concelho melhor!

Podes votar de 1 a 30 de abril de 2021

Projetos do OPJ Baião 2021 aprovados para VOTAÇÃO

Promotoras: Maria Carolina Teixeira Mendes, Maria Oliveira Monteiro, Marta Filipa Mendes Ribeiro, Mariana Isabel Almeida Vasconcelos 

Valor da proposta: 2.700€ 

Descrição: Acolhendo a medida desenvolvida pela FPB, o nosso protejo pretende promover em Baião o 3×3 BASKETART que consiste na promoção de hábitos saudáveis através da prática informal do basquetebol, numa variante do jogo mais simples para colher a adesão e participação de todos. Mostra-se relevante uma vez que o 3×3, que começa a afirmar-se como uma categoria de excelência no quadro da FIBA, será modalidade olímpica já em 2020. Como forma de potenciar a atratividade da iniciativa e a curiosidade dos jovens, pretendemos que esta operação se desenvolva num cenário exterior e de ar livre, decorado segundo um padrão de street art (por ex. com pinturas em graffiti) concebido e realizado preferencialmente por artistas ou jovens locais e atendendo à riqueza e património próprio, como por exemplo o uso da imagem do Eça de Queirós, dos dolmens, das bengalas de Gestaçô, das cestas de frende, e outros numa vertente de arte moderna e apelativa aos jovens. 

Entendemos tratar-se de um projeto versátil e dinâmico vocacionado para acolher, promover e materializar ideias criativas mobilizando e constituindo um conjunto diversificado de ações concertadas com as Autarquias, Associações de Basquetebol Distrital/Regional, Clubes, Desporto Escolar, Associações de Pais e eventuais parceiros. 

Para a operacionalização deste projeto é necessário apenas que: – o município apoie através de verbas destinadas à construção, reconversão, remodelação e/ou adaptação do espaço físico que entenda como capacitado e adequado à instalação de um campo de basquetebol no segmento 3×3 com as dimensões mínimas de 15x11m e que correspondam às regras internacionais do jogo, e se possível a disponibilização de uma pequena área tratada para acomodar bancos de suplentes e/ou equipamentos de mobiliário que permitam guardar as roupas, bolas, coletes, águas, primeiros socorros dos praticantes; – esse equipamento seja integrado num cenário de arte, como por exemplo uma parede, muro ou o próprio do piso da área de jogo por uma obra de arte (pintura, azulejo, instalação, escultura) suscetível de aumentar a atratividade do protejo desportivo a desenvolver; -o município se disponibilize para celebrar um acordo de parceria com a Associação de Basquetebol do Distrito a que pertencem no sentido de colher dela os ensinamentos técnicos necessários, para a dinamização do projeto 3×3, bem como para dinamizar, em conjunto, a atividade do equipamento desportivo em causa no quadro das organizações desportivas do Município, do Distrito e do Pais. 

De referir ainda que a Federação Portuguesa de Basquetebol assegura a oferta de uma tabela oficial para a prática do basquetebol 3×3, 3 bolas oficiais Wilson 3×3 e 16 coletes técnicos a cada Município aderente, para além de participar nas ações de promoção do lançamento da operação do 3×3 no Município aderente com atletas de referência na inauguração do campo 3×3 Basketart a criar. Garantem ainda a colaboração da Associação de Basquetebol Distrital na formação de técnicos e praticantes e na organização de eventos 3×3 no campo BasketArt a criar.  

Promotores: Mónica Daniela Pinto Soares, Joana Castro, Pedro Carvalho 

Valor da proposta: 4.030€ 

Descrição: O projeto 4VOLEI – Campeonato Municipal de Voleibol é um projeto que surge na necessidade que este grupo tem de competir na modalidade de Voleibol, onde estamos inseridos, dentro do concelho de Baião. O Voleibol é ainda uma modalidade pouco conhecida e praticada pelos jovens Baionenses. Assim sendo, propomos a criação de um Campeonato não Federativo de Voleibol no concelho de Baião que seria um projeto viável e estimulante, não só pela possibilidade que daria a atletas que gostam da modalidade, como pela possibilidade de fomentar a prática da mesma junto de atletas que não conheçam o voleibol, nomeadamente em faixas etárias para as quais não é habitual haver oferta no nosso meio.

Um projeto que fomenta também o movimento social e associativo. Assim, este projeto de organização de um Campeonato Municipal de Voleibol pretende: desenvolver a modalidade Voleibol no concelho de Baião; aumentar o número de praticantes de voleibol no concelho; fomentar a igualdade de oportunidades para todo o território e toda a população; a aproximação geral da sociedade do concelho de Baião; o aumento da oferta desportiva do concelho; combater o sedentarismo; promover a saúde e a atividade física; contribuir para o desenvolvimento global e harmonioso dos atletas, nas facetas física, intelectual, emocional e social, assim como a sua formação cívica; proporcionar oportunidades para que os atletas possam viver experiências agradáveis, fazer novos amigos, aprender novas habilidades, adquirir hábitos de autodisciplina e persistência e aprender a cooperar e a competir com lealdade; fomentar a participação dos pais em projetos desportivos; criar provas um pouco por todo o concelho para assim chegar ao maior número de atletas possível, divulgando este que é o ponto que nos une: o Voleibol. Este campeonato realizar-se-ia entre os dias 12 de Junho de 2021 a 29 de janeiro de 2022, na modalidade de 4×4, tendo como máximo previsto um total de 144 participantes, distribuídos por três ligas (LIGA 1 10-15 Anos de idade; LIGA 2 16 – 30 Anos de idade e LIGA 3 + de 31 Anos de idade).

Um projeto inclusivo e de igualdade do género, pois abrange todas as faixas etárias, as equipas poderão e deverão ser mistas e como será disputado em campo reduzido permitirá também a prática a portadores de deficiência

O campeonato decorrerá aos sábados das 14:00 horas às 18:00horas, em diferentes pavilhões do concelho (Pavilhão Multiusos de Baião, Pavilhão da Associação Cultural e Recreativa de Santa Cruz do Douro, Pavilhão Municipal de Santa Marinha do Zêzere e Pavilhão Escola de Eiriz).

Promotores: Lídia Virgínia de Oliveira Portela Pinheiro, Daniela Marques, Diogo Pinto, Joana Serdoura. 

Valor da proposta: 4.428€ 

Descrição: A área ambiental e a emergência climática é, atualmente, um dos temas de destaque na nossa sociedade e que necessita de ações de consciencialização o que compreende, no fundo, passar da teoria à prática. Baião não foge a esta realidade, claramente. Sendo Baião o concelho com mais área verde do distrito do Porto e, por esse motivo, considerado por muitos um lugar onde se respira ar puro e se renova energias, urge a intenção de tornar o nosso concelho ainda mais limpo, puro e agradável de se viver e visitar. Neste seguimento, surge o Baião Sem Pontas (? & ?).

Um projeto que visa a redução da acumulação de resíduos de pontas de cigarro e pastilhas elásticas (através de EcoPontas e PapaChicletes) em pontos estratégicos do concelho de Baião, como é o caso do Centro da Vila de Baião (junto ao Jardim de São Bartolomeu); Área de Lazer de Ancede e Ribadouro; Albufeira da Pala; Serra do Marão e Vila de Santa Marinha do Zêzere (junto ao Fontanário da Casa do Povo). Consideramos estes locais pelo crescente desenvolvimento que têm presenciado, quer através de atividades em que a população se reúne, quer pelos momentos de lazer e, nitidamente, por serem espaços com relevância em Baião.

Com este projeto pretendemos, para além do descrito, sensibilizar e informar para a redução de beatas de cigarros e pastilhas elásticas frequentemente encontradas no chão e para a valorização dos resíduos, transformando-os em novos produtos (no caso das beatas transformá-las em tijolos, paletes, papel e/ou pranchas de surf e, no caso das pastilhas elásticas em solas de sapatos). Isto demonstra que o projeto além de ter a capacidade de diminuição dos resíduos mencionados da via pública tornando-a mais agradável tem, igualmente, a capacidade e perspetiva de reaproveitamento o que, presentemente, é fundamental. Achamos por bem referir que, tendo em conta o orçamento disponibilizado, entendemos que não será possível fornecer estes materiais a outros locais significativos do nosso concelho.

Assim propomos que haja uma ação de sensibilização que reúna os/as jovens Baioneses que, no fundo, consiste na recolha dos resíduos (beatas de cigarros e pastilhas elásticas) e na criação de EcoPontas e PapaChicletes com materiais reciclados (garrafões, latas de salsichas, entre outros).  

  • Frende: próximo da Junta de Freguesia;  
  • Gestaçô: próximo do Museu Casa das Bengalas;  
  • Gove: Centro Cívico;  
  • Grilo: Espaço de Lazer de Vila Moura;  
  • Loivos da Ribeira: próximo da Igreja.  

Promotoras: Daniela Cristina Ferraz Carvalho e Cláudia Caldeira. 

Valor da proposta: 2.500€ 

Descrição: Dado que, a recolha de monstros domésticos é efetuada pelos serviços da autarquia, a nossa proposta consiste em reaproveitar estes equipamentos, transformando-os em abrigos cómodos para gatos abandonados/sem casa.

Este projeto poderá também beneficiar a implementação do programa CED (capturar, esterilizar e devolver), podendo o município controlar colónias de gatos, de forma sustentável, devolvendo os mesmos à rua e proporcionando-lhes novos abrigos. 

Este projeto não pretende servir de teto apenas para os dias e noites mais frios, mas sim fornecer uma alternativa segura e cuidada para estes animais que vivem na rua, sem famílias de acolhimento. Além de uma estrutura de casa, estes abrigos deverão conter mantas, tornando-os mais confortáveis para os seus “pequenos habitantes”.

Acreditamos que todos os lares precisam de amor e cuidado, especialmente os destes animais.

Promotoras: Sónia Raquel Macedo Nogueira 

Valor da proposta: 5.000€ 

Descrição: O projeto consiste na distribuição de 600 Ecobags (sacos diferenciados para reciclagem) pela população Baionense e instalações municipais que ainda não tenham sistema de reciclagem. Os Ecobags são 3 sacos de 50 litros de capacidade de cor amarela, azul e verde para facilitar a separação de resíduos e posterior transporte para os ecopontos com o objetivo de aumentar a taxa de reciclagem no concelho de Baião. No ano de 2019 em média cada baionense tinha reciclado 30kg de resíduos, longe ainda da meta do plano nacional de 40kg/habitante. Estudos revelam que a maior dificuldade para iniciar a reciclagem por parte das famílias é a falta de material/contentores domésticos e as Ecobags viriam ajudar neste aspeto pois são de fácil manejo e transporte até aos ecopontos. Para além da distribuição dos Ecobags, também seria feita a distribuição de flyers pelas caixas de correio com dicas de reciclagem.

Esta iniciativa pretende incentivar a prática da reciclagem e sensibilizar a população para a correta separação dos resíduos urbanos.  

Promotor: Luís Paulo Soares Tavares 

Valor da proposta: 2.625€ 

Descrição: Após algum tempo a fotografar, observei que havia a falta de projetos fotográficos com um certo e dado propósito. Cada vez mais os jovens se interessam por fotografia, quer seja nas suas máquinas fotográficas ou até nos seus smartphones, assim, porque não termos a oportunidade de mostrar a nossa visão? Como propósito do meu projeto para o “Orçamento Participativo Jovem” 2021 da Câmara Municipal de Baião decidi que era importante mostrar as rugas da nossa história, ou seja, os nossos mais velhos… 

Há uma necessidade de trazer felicidade a todos, não só aos jovens, criando as oportunidades, mas também aos mais idosos para que não se sintam esquecidos e postos de parte pela nossa sociedade e principalmente pelas gerações mais novas. Este projeto tem a intenção de cativar os mais jovens a poder mostrar a sua visão dos mais velhos e de todas as suas rugas e histórias que com elas vêm, o público alvo serão então os jovens dos 16 aos 30 anos, tal como o Orçamento Participativo Jovem. Assim, o projeto consiste em fotografar estes idosos, trazer-lhes alguma alegria através das visões, das trocas de conhecimentos, das conversas entre os mais novos e os mais velhos. A cada jovem inscrito, é atribuído um grupo de idosos que estejam disponíveis para participar.

Os jovens para além de criarem as suas fotografias e identificarem os idosos que nelas estão presentes, têm de incluir ou colocar à parte (no verso por exemplo) uma frase ou um texto que tenha resultado da convivência com os idosos e terão ainda a oportunidade de escolher uma localização para fotografar o seu grupo.

Os fotógrafos terão de entregar o mesmo número de fotos dependendo do número de inscrições e terão o prazo máximo de um mês para as entregar. Posteriormente haverá a exposição de 28 fotografias (2 fotografias por freguesia) dos participantes pelo nosso concelho e até mesmo a sua partilha nas redes sociais. Esta exposição estará por todo o concelho de Baião, mas será uma exposição dinâmica, por irá existir rotatividade das fotografias para que estas fotografias sejam vistas por todos. As necessidades encontradas para a realização deste projeto será a impressão dos retratos, molduras e meios de transporte para os idosos.  

Vota aqui no teu projeto favorito ??

As votações terminaram dia 30 de abril de 2021.

Notícias Relacionadas

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Quinta-feira 10°CSexta-feira 12°9°CSábado 13°9°CDomingo 14°9°CSegunda-feira 14°9°CTerça-feira 14°8°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico