• Domingo 28°19°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Cultura Destaques Institucional Tradições Turismo

Inauguradas obras de conservação e restauro da igreja de Santa Marinha do Zêzere

O Bispo Auxiliar do Porto, D. Vitorino Soares, esteve em Santa Marinha do Zêzere, no passado dia 18 de maio, onde marcou presença na cerimónia de inauguração das obras de conservação e restauro da igreja paroquial, onde também estiveram o presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, o Pároco local, Filipe Azevedo, o Secretário da Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT), Ricardo Magalhães, a Secretária da Assembleia Municipal, Ana Marta Silva, a vereadora da Cultura, Anabela Cardoso, o presidente da junta de freguesia zezerense, Manuel Pereira, bem como diversos eleitos locais, entre vereadores, deputados municipais e presidentes de junta.

MONUMENTO DE INTERESSE PÚBLICO AO SERVIÇO DA COMUNIDADE

A igreja de Santa Marinha do Zêzere, classificada como Monumento de Interesse Público, foi objeto de uma intervenção de conservação e restauro, no âmbito de uma candidatura da Câmara Municipal de Baião a fundos comunitários, nomeadamente ao eixo do Património Cultural, tendo a requalificação consistido em trabalhos de construção civil e de eletricidade, entre eles revisão da cobertura, rebocos interiores, substituição de portas e pinturas, correções na rede elétrica e beneficiação da iluminação do altar, da nave e do coro.

Foram também restaurados os retábulos e vários elementos decorativos do interior da igreja, nomeadamente as pinturas que compõem o teto.

A intervenção teve como foco a melhoria das condições de utilização da igreja por parte da comunidade, assim como a valorização do seu património cultural e artístico, inserindo-se, ainda, na estratégia de promoção e atração de visitas ao nosso território, condição importante para a atribuição deste tipo de apoio.

É de realçar, ainda, a existência de um protocolo formalizado com a Diocese do Porto que permite que a igreja esteja com portas abertas à visitação.

Esta requalificação resultou de uma candidatura da Câmara Municipal a fundos comunitários, sendo apoiada a 85 % do investimento pela tipologia de intervenção Património Natural e Cultural, do Programa Operacional Regional do Norte (Norte 2020) através do Fundo de Desenvolvimento Regional (FEDER).

A Câmara Municipal de Baião, comparticipou 15% do valor total da obra, que se cifrou nos 384 mil euros, estando incluído nesta verba o restauro do órgão de tubos centenário, cuja inauguração será efetuada em breve.

HISTÓRIA, CULTURA E SENTIMENTO DE PERTENÇA

Na intervenção de inauguração, o presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, realçou que a “singeleza desta cerimónia é inversamente proporcional à importância da mesma e ao simbolismo que lhe atribuo”.

A presença do Bispo Auxiliar foi também vincada pelo autarca, uma vez que “estando o sr. Bispo no nosso concelho, fazia todo o sentido a inauguração ser hoje, para termos a honra da sua presença, que simboliza uma grande proximidade em relação às nossas comunidades e, desde já aproveito também para agradecer ao padre Filipe pela sua compreensão e envolvimento em todo o processo.”

Paulo Pereira terminou o seu discurso ao referir que “todas estas palavras se resumem numa: satisfação!”

O Bispo Auxiliar do Porto, D. Vitorino Soares, referiu-se a este dia como “um momento histórico, pois mesmo os pequenos momentos, revestem-se de um grande simbolismo.”

O clérigo, disse também que três palavras definiam bem o seu estado de espírito naquele momento: “Gratidão, comunhão e renovação. Gratidão à Câmara Municipal de Baião, na pessoa do presidente Paulo Pereira, pelo seu contributo e esforço para que esta requalificação fosse possível.

Comunhão, naquilo que pode ser a relação entre a Igreja e o Estado, entre o profano e o religioso e entre a Cultura e a dimensão litúrgica.

Renovação, do espaço físico, do material, mas que seja principalmente uma renovação da comunidade paroquial.”

Vitorino Soares, terminou a intervenção deixando um repto à comunidade zezerense: “Valorizai o que vos pertence!”

Manuel Pereira, presidente da junta de Santa Marinha do Zêzere, manifestou a sua satisfação “num dia de alegria para os zezerenses, por ser o culminar de um dos projetos mais emblemáticos e desejados pela nossa comunidade há muitos anos”.

No entanto, reconheceu “ter sido um processo moroso, todavia necessário em razão da sua tecnicidade e, por isso, agradeço aos paroquianos, na pessoa do padre Filipe, pela compreensão manifestada durante todo este processo, já que ficaram privados de poderem usufruir da nossa igreja.”

O autarca terminou a sua intervenção agradecendo “à Câmara Municipal de Baião, na pessoa do presidente, não só pelo contributo material para esta obra, mas pela insistência, afincada e assertiva, que sempre demonstrou.”

“Só com a persistência e a resiliência do presidente da Câmara, foi possível alcançar a fórmula de conseguirmos o necessário financiamento para a realização desta intervenção”, vincou.

A Secretária da Assembleia Municipal de Baião, Ana Marta Silva, destacou a “importância desta obra no que é o quotidiano e a vida comunitária dos zezerenses, principalmente nos tempos desafiantes que atravessamos, em que a tendência é que as pessoas se afastem da vida em comum, sendo que este facto se reveste de maior relevância no momento em que celebramos 50 anos do 25 de abril.”

O Secretário da AMDT, Ricardo Magalhães, começou por destacar “o valor inestimável da conservação e salvaguarda do património, tanto do ponto de vista cultural, como económico e social”.

Manifestando “uma profunda sensação de orgulho e de dever cumprido” realçou o facto de que “durante os trabalhos, foi necessário garantir que todas as intervenções respeitassem a integridade e a autenticidade do edifício e, por isso, os princípios deontológicos da conservação e restauro contemporâneo foram integralmente cumpridos, através de uma atuação sustentável e conscienciosa”.

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Domingo 28°19°CSegunda-feira 30°16°CTerça-feira 20°12°CQuarta-feira 19°13°CQuinta-feira 20°9°CSexta-feira 21°11°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico