• Domingo 25°14°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Cultura Destaques

No Dia do Município celebrou-se Baião orgulhoso de si e dos seus

O Auditório do Mosteiro de Ancede Centro Cultural – MACC Baião, recebeu, no dia 23 de março, a cerimónia de celebração do Dia do Município.

Instituída em 2017, esta efeméride, numa iniciativa conjunta da Câmara e da Assembleia Municipal de Baião, tem como referência o documento em que aparece pela primeira vez a palavra “Bayam” e que remonta a 24 de março de 1066. Um testemunho histórico onde se estabelecia a doação de oito “villae”, (propriedades rurais de grandes dimensões), situadas na terra de “Bayam”, ao rei Garcia, da Galiza.

A data de referência surge incluída no livro da História Económica e Social de Baião, – “Baião, Em Torno do Ano 1000”, do autor, António Lima, que fez a apresentação da obra, após o coordenador da coleção, Lino Tavares Dias, explicar a relevância de todo o trabalho científico que vem sendo realizado, com oito volumes já publicados, proporcionando um conhecimento profundo sobre a evolução do concelho, e despertando a possibilidade de exploração de elementos do seu património e da sua história.

O autor da nova publicação, 9.º volume da coleção, “Baião Em Torno do Ano 1000”, classificou o período em referência da seguinte forma: “Alguns séculos de bruma, dois de drama, outros tantos de fama, e mais meio em que se apaga a chama”. Assim, António Lima deu nota de que, na fita do tempo a que se refere a obra, a par de longos períodos em que não existe documentação, há outros em que o território aparece bem documentado, possibilitando a sua caraterização de forma evidente.

Com a edição deste volume, falta apenas mais um livro para completar a coleção, um legado de imensa riqueza para melhor conhecermos Baião e a sua história.

HOMENAGEAR OS QUE CONTRIBUEM PARA O ENGRANDECIMENTO DE BAIÃO

Nesta celebração do Dia do Município, a Câmara Municipal, em consonância com a Comissão de Distinções Honoríficas, constituída por 10 personalidades de áreas diversas, atribui distinções, como forma de realçar o percurso pessoal ou profissional a pessoas singulares ou coletivas que, na esfera do Município de Baião, que fomentam e desenvolvem atividades de relevo e valor no âmbito cívico, cultural, desportivo, ambiental, empresarial e social, contribuindo para o engrandecimento do concelho, merecendo, por isso, uma homenagem digna e justa.

Na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, afirmou estar “orgulhoso de Baião, feliz pelas suas origens, pelo passado comum e comprometido com o futuro da nossa Terra”, assegurando o seu empenho em “contribuir para um legado positivo para as gerações vindouras”, e para manter viva a chama da comunidade baionense.

 

EXEMPLOS INSPIRADORES

O autarca sublinhou o significado do Dia do Município, na homenagem àqueles que têm sido “pilares fundamentais na construção de um Baião coeso, solidário, moderno e inovador. Um concelho orgulhoso de si e dos seus”, frisou.

Sobre os homenageados, Paulo Pereira considerou-os “exemplos inspiradores, que nos devem estimular e impelir” para o contributo no sentido do bem-estar da comunidade, deixando dessa forma, “a nossa marca positiva na longa história de Baião”, acrescentou.

Depois de fazer uma alusão à história do concelho que tem em “Bayam” a sua primeira “aparição” conhecida, datada de 1066, o presidente da Câmara elencou alguns aspetos que vêm “moldando” a paisagem “cultural, social, económica e afetiva que hoje chamamos de … “a nossa Terra”, apontou.

O autarca referiu-se ao momento político que o país atravessa, alertando para os perigos e ameaças que decorrem do resultado verificado nas últimas eleições legislativas e na “forte brecha causada no nosso sistema democrático, conquistado no 25 de Abril”, acrescentou, apelando a que “aprendamos com a história e continuemos a participar nela de forma positiva”, disse.

 

ASCENSÃO DE FORÇAS QUE NÃO SE REVÊM NA DEMOCRACIA

Também o presidente da Assembleia Municipal, Armando Fonseca, deu especial enfoque à necessidade de preservar e potenciar os valores conquistados com a Revolução dos Cravos, afirmando-se “preocupado e triste pelas opções expressas pelas pessoas no último ato eleitoral, que resultaram na ascensão de um partido político com cariz demagógico, autocrático e populista, o qual faz da manipulação o seu instrumento principal e que não se revê na democracia e nas opções democráticas”, nada tem a ver com os pilares da nossa vida em sociedade.

Armando Fonseca enalteceu o mérito dos homenageados e a justiça das distinções atribuídas, agradecendo-lhes o “exemplar contributo para que Baião continue a ser um concelho de olhos postos num futuro de cada vez maior desenvolvimento e qualidade de vida para todos os baionense”, frisou.

Agradeceu ainda aos trabalhadores da autarquia, pelo bom exemplo, e deixou uma referência muito especial aos baionenses espalhados pelo país e pelo mundo, que todos os dias, onde quer que se encontrem, se orgulham da nossa terra e dignificam o nome de Baião.

DISTINÇÕES HONORÍFICAS

As distinções foram entregues por elementos da Câmara Municipal, da Assembleia Municipal e da Comissão de Distinções Honoríficas.

Os homenageados foram os seguintes:

Medalha de Distinção Profissional

Funcionários da Autarquia com 35 anos de serviço:

– Alexandre Borges Vieira

 

Medalha de Distinção Profissional

Funcionários da Autarquia com 25 anos de serviço:

– Susana Maria da Fonseca Monteiro

– Maria Orlanda da Costa Santos

 

Medalha de Mérito Cultural:

– Herminio Fonseca

– Nuno Osório

 

Medalha de Mérito Desportivo:

– Goreti Correia

 

Medalha de Mérito Científico:

– Carlos Manuel Teixeira Nogueira

 

Medalha de Mérito Cívico:

– Serafim Amorim

– Manuel Monteiro

 

Medalha de Mérito Ambiental:

– Associação de Municípios do Douro e Tâmega – AMDT

 

Medalha de Mérito Social:

– Carlos Alberto Couto Silva

 

Medalha de Mérito Empresarial:

– Artesãos das Bengalas de Gestaçô: Eduardo Cardoso, Eduardo Freitas, Idalino Miranda, Serafim Teixeira.

– Tasquinha do Fumo

 

A cerimónia terminou em festa com a atuação da Banda Marcial de Ancede que interpretou várias peças.

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Domingo 25°14°CSegunda-feira 24°14°CTerça-feira 23°14°CQuarta-feira 19°13°CQuinta-feira 19°12°CSexta-feira 18°11°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico