• Domingo 18°12°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Ação Social Destaques

Câmara promoveu ação de formação sobre o Estatuto do Cuidador Informal

O Município de Baião, através do pelouro dos Assuntos Sociais, em articulação com o Instituto da Segurança Social, IP, realizou, no dia 12 de março, na Biblioteca Municipal António Mota, uma ação de formação sob o tema: “Estatuto do Cuidador Informal – a cuidar de quem cuida”, dirigida às técnicas dos SAAS e das IPSS do concelho.

Uma ação que teve como objetivo principal o esclarecimento sobre os benefícios do Estatuto do Cuidador Informal (ECI), no âmbito do apoio relativo aos cuidados que, informalmente prestam a pessoas em situação de dependência, nomeadamente a resposta a questões nucleares, como, o que é; a quem se destina; e como pedir.

O vice-presidente da autarquia, também vereador responsável pelos Assuntos Sociais, Filipe Fonseca, participou nesta iniciativa e, constatando o número reduzido de Cuidadores Informais com Estatuto reconhecido no concelho, sublinhou “a pertinência da sua divulgação junto da comunidade baionense, através dos técnicos do setor social, do Balcão da Inclusão e com o envolvimento das juntas de freguesia, dada a sua proximidade, conhecimento e acompanhamento da população”, frisou.

O autarca garantiu ainda que a Câmara de Baião “continuará a promover ações e a usar os meios de que dispõe para esclarecer a população e incentivar quem cuida de outras pessoas a fazer valer os seus direitos, recorrendo aos benefícios que o Estatuto do Cuidador Informal disponibiliza”, adiantou.

Do conjunto de apoios, está previsto, por exemplo, um subsídio destinado aos cuidadores, o direito ao descanso, acompanhamento psicossocial, e medidas de apoio à integração no mercado de trabalho.

Os Cuidadores Informais podem ser considerados principais ou não principais. É considerado cuidador informal principal, o cuidador que acompanha e cuida da pessoa cuidada de forma permanente, que com ela vive em comunhão de habitação e que não aufere qualquer remuneração de atividade profissional ou pelos cuidados que presta à pessoa cuidada. O cuidador informal não principal, é o cuidador que acompanha e cuida da pessoa cuidada de forma regular, mas não permanente, podendo auferir, ou não, remuneração de atividade profissional ou pelos cuidados que presta à pessoa cuidada.

Esta ação foi conduzida por Ana Gonçalves – interlocutora distrital para os cuidadores informais -, e por Manuela Queirós – profissional de referência da Segurança Social no âmbito do Estatuto do Cuidador Informal no concelho de Baião.

Participaram na iniciativa, além do vereador dos Assuntos Sociais da Câmara Municipal, técnicas do SAAS do Município de Baião, da Obra de Bem Estar Rural (OBER), do Centro Distrital da Segurança Social do Porto e Segurança Social de Baião, da Santa Casa da Misericórdia de Baião, do Centro Social e Paroquial de Santa Marinha do Zêzere, e do Centro de Convívio e Apoio à Juventude e Idosos (CECAJUVI).

O pedido do Estatuto de Cuidador Informal deve ser feito nos serviços da Segurança Social, ou através da Segurança Social Direta, em www.seg.social.pt.

Para mais informações, os interessados devem consultar os Guias Práticos em www.seg-social.pt, ou contatar o Instituto da Segurança Social através dos números de telefone 210 545 400 ou 300 502 502 nos dias úteis das 9h00 às 18h00.

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Domingo 18°12°CSegunda-feira 20°11°CTerça-feira 19°10°CQuarta-feira 19°10°CQuinta-feira 15°11°CSexta-feira 22°13°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico