• Terça-feira 10°4°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Cultura Destaques Economia Gastronomia Institucional Tradições

À Descoberta da identidade do “Made in Tâmega e Sousa” no Mosteiro de Santo André de Ancede

O Mosteiro de Santo André de Ancede foi o cenário privilegiado que, no dia 13 de abril, acolheu o evento “À Descoberta da identidade do Made in Tâmega e Sousa” que contou com a presença da Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira.

Promovida pela Associação Empresarial de Vila Meã, esta iniciativa visa a promoção dos produtos endógenos da região, realçando a importância do anho e dos produtos agroalimentares para a mesma.

Iniciada no Mosteiro de Travanca, em Amarante, com passagem pelo Mosteiro de Pombeiro, em Felgueiras, chegou agora ao Mosteiro de Santo André de Ancede, completando, assim, um périplo por três dos mais emblemáticos monumentos que integram a Rota do Românico.

Este conceito, é uma “viagem no tempo” ao património aromático e gastronómico do Tâmega e Sousa, numa experiência gastronómica, mas também sensorial e emocional, através da degustação de receitas ancestrais, confecionadas com produtos endógenos, de preferência de origem sustentável e adquiridos junto dos produtores do território.

A experiência gastronómica foi complementada por momentos culturais, nomeadamente através de uma visita guiada ao complexo do Mosteiro de Ancede, que representa um marco histórico no território e que foi alvo de uma profunda requalificação recentemente.

Sempre numa atmosfera cultural, o evento foi ainda abrilhantado por animação musical e literária, através de interpretações com viola Amarantina e declamação de poesia e de excertos do livro a “Cidade e as Serras” de Eça de Queiroz.

Em todas as edições cabe ao chef Renato Cunha a condução do processo de cozinhar no pote, ao lume, tarefa em que foi secundado pelo chef baionense António Queiroz Pinto, que reflete, na sua profissão, o seu apreço pelos produtos locais, do Douro e das Serras e pela boa preparação e conservação dos mesmos.

Com especial enfoque nas receitas do território e com a utilização de plantas aromáticas como condimentos, mas também servidas em infusões, harmonizadas com a gastronomia, um conceito criado pela Infusões com História, denominado de TEA Experience (Talk, Eat, Act).

A proposta gastronómica, degustada pelos convidados decorreu em dois momentos distintos: no refeitório do Mosteiro, com um showcooking, com pequenas doses, que deu a conhecer diferentes produtos do território e na ruína consolidada da cozinha, que tem uma imponente chaminé, onde foi servido um prato de conforto, um arroz de cabidela cozinhado no pote, ao lume.

A iniciativa realizada no Mosteiro de Ancede decorreu depois de um workshop intitulado “Maximização dos Recursos Internos: Desenvolvimento de Produtos e Melhoria Organizacional”.

“À Descoberta da identidade do Made in Tâmega e Sousa” será ainda perpetuado através da execução de um receituário das principais propostas apresentadas em cada momento gastronómico e será documentado numa revista de receitas, para instigar o interesse na utilização dos mesmos produtos por outros operadores dentro e fora do território, bem como pelos consumidores.

 PROMOÇÃO DO TERRITÓRIO COM BASE NOS PRODUTOS ENDÓGENOS

O vereador responsável pelo pelouro dos Assuntos Sociais e Internacionalização da Câmara Municipal de Baião, José Lima Soares, manifestou-se “satisfeito por acolher esta iniciativa neste nosso monumento centenário. Promovendo os produtos endógenos, estamos a estimular a economia local e regional, mas acima de tudo valorizamos a nossa identidade”.

O autarca referiu ainda que “temos um território fantástico, com o rio Douro e as nossas serras, onde aliamos a gastronomia com o saber ancestral das nossas gentes, o que proporciona um ambiente muito agradável e especial para quem nos visita”.

José Lima Soares, realçou o papel “da Associação Empresarial de Vila Meã, que congratulo pelo magnífico trabalho de promoção que fez à volta dos produtos endógenos, sem esquecer a Associação Empresarial de Baião e o Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, pelo seu empenho e colaboração nesta iniciativa”.

A terminar, o vereador dos Assuntos Económicos e Internacionalização, deixou “um cumprimento especial aos chefs, pela valorização que fazem dos produtos da nossa região e pela excelência da gastronomia que aqui apresentaram”.

Por seu lado, a Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira realçou a “importância deste tipo de iniciativas que permitem uma maior visibilidade do que de melhor existe no interior, valorizando os produtos endógenos, mas também a sabedoria ancestral, que possibilita que possamos desenvolver os três vetores principais que concretizam o desenvolvimento destes territórios: identidade, qualidade e competitividade”.

 

Estiveram também presentes, a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Baião, Anabela Cardoso, o vereador Paulo Portela, o vice-presidente da Câmara Municipal de Amarante, Jorge Ricardo, o primeiro secretário da CIM-Tâmega e Sousa, Telmo Pinto, o secretário-geral da AMDT, Ricardo Magalhães, o presidente do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, António Novais, a presidente da Associação Empresarial de Baião, Maria Miguel Dinis Correia, o presidente da Associação Empresarial de Vila Meã, Geraldino Oliveira, o embaixador deste projeto, Manuel Moreira, assim como diversos autarcas e outras personalidades da região.

 

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Terça-feira 10°4°CQuarta-feira 12°6°CQuinta-feira 4°CSexta-feira 7°CSábado 7°CDomingo 8°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico