• Domingo 19°12°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Cultura Destaques Educação Formação Institucional Juventude Turismo

Início do ano letivo foi assinalado com encontro no Mosteiro de Ancede

O Mosteiro de Santo André de Ancede foi o local escolhido para um encontro que assinalou o início do ano letivo 2022-2023.

Tratou-se de uma cerimónia simbólica que contou com a presença de cerca de 270 profissionais da Educação, entre pessoal docente e não docente, que começou com uma sessão de boas vindas com as intervenções do Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, da Vereadora responsável pelo Pelouro da Educação, Anabela Cardoso, dos três diretores dos Agrupamentos de Eiriz-Ancede, Sudeste de Baião e Vale de Ovil, José Matos, Manuela Miranda e Nuno Mota, respetivamente, bem como de Daniel Guedes, Presidente da União de Freguesias de Ancede e Ribadouro e de Ana Marta Silva em representação da Assembleia Municipal.

Os convidados visitaram ainda os espaços renovados do Mosteiro, onde puderam apreciar o tríptico de Joos van Cleve, uma exposição sobre a história de Baião e uma antevisão da exposição “Grandes Mestres”, constituída por obras de arte contemporânea de artistas nacionais e internacionais do século XX e início do século XXI.

As preocupações ambientais do Município também não foram esquecidas. A “Green Team” equipa multidisciplinar que tem como função assegurar o trabalho necessário para o cumprimento dos critérios exigidos para a certificação de Baião como Destino Turístico Sustentável, entregou uma garrafa reutilizável a todos os convidados.

Esta iniciativa terminou com um almoço-convívio na tenda instalada no complexo.

 UM ELEMENTO CULTURAL TAMBÉM COM UM INTUITO PEDAGÓGICO

O Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, mostrou-se muito satisfeito com a forte presença dos profissionais da educação do concelho, realçando o grande desafio que é educar, até porque “cada vez mais a escola assume um papel fulcral na educação, que vai para além do habitual papel de ensinar”.

Paulo Pereira explanou ainda as particularidades da intervenção efetuada no Mosteiro de Ancede, do investimento efetuado, assim como uma breve contextualização histórica do monumento.

Referiu ainda que este espaço renovado tem várias componentes, nomeadamente: Patrimonial, Cultural, Museográfica e Museológica, no entanto realçou a “componente pedagógica, que deve ser usufruída pela comunidade educativa, servindo de auxílio aos professores. Este, tal como todos os espaços municipais públicos, devem ser fruídos pela população”.

O edil referiu-se ainda ao alinhamento deste espaço com a filosofia doutras intervenções ou iniciativas como sejam o Projeto Educativo ou a Certificação de Baião como Destino Turístico Sustentável, apelando à comunidade escolar para “colaborar na promoção deste reconhecimento junto da população”, uma vez que “esta certificação, antes de ser importante para o turista, é importante para a comunidade, já que cria uma dinâmica económica e social que contribui para a melhoria da qualidade de vida da nossa população que, como é óbvio, é o nosso principal desígnio”.

Paulo Pereira terminou a sua intervenção, referindo que “todos nós, enquanto servidores públicos, só existimos porque há pessoas a quem temos de servir. Temos, assim, todos, uma grande responsabilidade, e a nossa resposta ao nível da Educação é tanto melhor, se cada um der o seu melhor”, deixando ainda uma palavra de agradecimento a estes profissionais: “Obrigado por fazerem parte desta grande equipa que contribui para a qualidade de vida das nossas populações”.

A Vereadora responsável pelo Pelouro da Educação, Anabela Cardoso, começou por “dar as boas-vindas a todos a este renovado espaço e um dos elementos emblemáticos do nosso concelho e o facto de aqui estarmos serve também para mostrarmos o património de Baião. Património esse que está ao serviço da comunidade escolar e, contamos com o apoio das escolas para divulgar aquilo que Baião tem de melhor, seja este monumento, seja a Fundação Eça de Queiroz, seja o nosso património literário ou mesmo arqueológico. No fundo, temos diversos elementos que podem ser trabalhados pelas escolas e que podem contribuir para a divulgação da história de Baião e, nesse sentido, é essencial que exista articulação entre a Educação e a Cultura”, dando mesmo o exemplo dos volumes publicados sobre a ‘História Económica e Social de Baião’ que podem ser “uma excelente ferramenta pedagógica”, numa perspetiva de “valorizar o que temos de melhor, enquanto proporcionamos uma ligação entre o património cultural e o ensino”.

Anabela Cardoso deixou um apelo aos professores no sentido de “aproveitarem estes recursos para trabalharem com os alunos do concelho de Baião, assim como numa perspetiva de interação com os professores das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), que podem dar um contributo importante na realização de trabalhos neste âmbito”.

A Vereadora da Educação revelou ainda algumas novidades para este ano letivo, nomeadamente ao nível do ensino pré-escolar, com a introdução de atividades lúdico-pedagógicas, da ‘Hora do Conto’, atividade física e música, acrescentando ainda que “capacitamos as nossas colaboradoras para terem outras ferramentas para trabalharem com os nossos alunos durante o prolongamento horário, assim como distribuímos material lúdico e pedagógico pelos infantários, que agora está ao serviço da comunidade”.

A autarca terminou a intervenção, apelando aos profissionais da Educação que “façam o seu melhor para contribuir para este desafio que todos temos” e desejou um “ano profícuo, de modo que possamos atingir os melhores resultados possíveis”.

COOPERAÇÃO ENTRE INSTITUIÇÕES É FUNDAMENTAL

José Matos, Diretor do Agrupamento de Eiriz-Ancede, referiu que “este espaço é o local ideal para refletirmos sobre aquilo em que podemos melhorar na Educação, uma vez que temos de ser agentes de transmissão de conhecimento e nada melhor do que um elemento patrimonial como este para nos auxiliar nesse desiderato”.

Por seu lado, Manuela Miranda, Diretora do Agrupamento do Sudeste de Baião, começou por “felicitar a autarquia por esta iniciativa e pelo local escolhido”, realçando o facto de “depois do período de solidão que passamos e em que tivemos de nos adaptar a novos métodos de trabalho, faz todo o sentido reunirmo-nos aqui hoje”.

Nuno Mota, o recém-empossado Diretor do Agrupamento de Vale de Ovil, felicitou “a autarquia pelo trabalho realizado no Mosteiro, pois é com muita satisfação que vejo esta mudança com muito mérito de quem a idealizou e realizou”, acrescentando que “tem muito potencial para a nossa missão de ensinar, saibamos nós tirar partido deste e de outros equipamentos do concelho”.

O Diretor deixou ainda um apelo para que “possamos funcionar como uma única comunidade em parceria e em sintonia e, se formos felizes naquilo que fazemos, teremos melhor escola e isso refletir-se-á nos nossos alunos”.

A representante da Assembleia Municipal, Ana Marta Silva, agradeceu “a persistência, resiliência e dedicação dos profissionais da Educação durante a pandemia, que nunca desistiram e estiveram sempre disponíveis para os alunos”, terminando a sua intervenção, manifestando “a total disponibilidade da Assembleia Municipal para colaborar com a comunidade escolar”.

Daniel Guedes, Presidente da União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, referiu ser “um enorme prazer recebê-los neste local emblemático da nossa terra, que é um elemento muito importante para que as nossas crianças enriqueçam o seu conhecimento”, realçando pretender estreitar ainda mais “a ligação entre as Juntas de Freguesia e a comunidade, nomeadamente através dos Agrupamentos escolares, para que, em sintonia, possamos fazer cada vez melhor”.

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Domingo 19°12°CSegunda-feira 21°13°CTerça-feira 23°14°CQuarta-feira 20°12°CQuinta-feira 17°11°CSexta-feira 20°13°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico