• Segunda-feira 19°11°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Cultura Destaques Economia Gastronomia Institucional Tradições Turismo

1.ª Edição da Feira Agro Douro Verde foi um sucesso

A Câmara Municipal de Baião em parceria com a Cooperativa Dolmen, organizou nos dias 10, 11 e 12 de junho, a Feira Agro Douro Verde, tendo como cenário o Mosteiro de Santo André de Ancede.

Este certame realizou-se pela primeira vez e teve como propósitos, para além da abordagem gastronómica, dar mais visibilidade aos produtores e produtos endógenos do território, assim como promover momentos de reflexão e de troca de experiências, com palestras dedicadas à vinha e ao vinho, à agropecuária e aos recursos cinegéticos, numa perspetiva de perceber os desafios e as oportunidades relacionados com estes setores de atividade.

TRÊS DIAS COM INICIATIVAS VARIADAS

A Feira Agro Douro Verde, teve como protagonistas a gastronomia de caça, o arroz de Aba e os produtos da quinta do Mosteiro e foram diversas as atividades que os visitantes puderam usufruir.

Logo no primeiro dia, foi possível acompanhar a palestra “Da Vinha ao Copo”, orientada pelo Engenheiro Agrónomo José António Silva e pelo enólogo António Sousa.

Uma conversa sobre a vinha, sobre o vinho e sobre o património cultural que constitui o espaço de excelência que é o Mosteiro de Ancede, com especial destaque para a casta avesso, ali cultivada, e uma prova de vinhos com várias referências ao concelho de Baião.

O dia terminou com uma atuação da Banda Marcial de Ancede, sob direção do maestro Nuno Osório e com a participação especial de Tiago Oliveira.

No sábado, o evento começou com a palestra “Do Campo ao Prato”, que contou com as intervenções de Bento Rocha, Diretor do Curso de Técnico de Produção da EPAMAC, Joaquim Madureira, Presidente da ACRIBAIMAR, Fernando Moreira, Presidente da ANCRA e Luís Brandão, Diretor Adjunto da Direção Regional da Agricultura e Pescas do Norte. Neste painel, foi discutida a importância da pecuária na região do Douro Verde.

De seguida, foi a vez do grupo “Foles e Cantares” abrilhantarem o certame com uma atuação das tradicionais concertinas.

Da parte da tarde, realizou-se mais uma palestra intitulada “Da Floresta ao Prato”, que teve como intervenientes Rui Freixo, da Associação de Caçadores e Pescadores do Concelho de Baião, Jorge Maia, da Federação Portuguesa de Caça, António Queiroz Pinto, chef da Pensão Borges e do Restaurante Tormes e Sandra Sarmento, Diretora Regional Norte do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas. As potencialidades dos recursos cinegéticos do Douro Verde foi o tema em discussão e despertou muita curiosidade no público presente.

Uma iniciativa que também despertou bastante interesse no público foi o Concurso de Beleza de Raça de Cães de Caça, que permitiu observar a elegância e perspicácia destes animais.

As Concertinas do Lameirão animaram os presentes, enquanto estes se deliciavam com o Arroz de Aba, a gastronomia de caça e os produtos da quinta.

O segundo dia terminou com a atuação do grupo “Toka & Dança”, num espetáculo com muita animação, luz, e efeitos que encantaram o imenso público presente.

O último dia começou com um Peddy-Paper, intitulado “À Descoberta do Mosteiro”, que pôs os participantes a explorarem a envolvente deste monumento centenário.

Joaquim Nogueira, baionense e único construtor de concertinas a nível nacional, animou os presentes com uma atuação a que se juntaram os típicos cantares ao desafio.

O desfile de carros de bois que percorreu o centro da Vila de Ancede contou com a presença de muito público a assistir, tanto na rua como no recinto da feira e fez as delícias de quem viu este cortejo que fez lembrar tempos antigos.

Para terminar, ocorreu a atuação da “Tuna Amigos de São Pedro” e do grupo “Barro Negro”.

Destaque ainda para a presença de uma charrete que, ao longo do fim-de-semana, percorreu as ruas de Ancede com os visitantes da feira que quiseram usufruir gratuitamente deste passeio.

SECRETÁRIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL VISITOU O EVENTO

A Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira, marcou presença na Feira Agro Douro Verde, sendo a segunda governante que, no espaço de um mês, visita Baião e mais concretamente o Mosteiro de Ancede.

A visita realizou-se a convite do Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira e contemplou uma reunião de trabalho com o Executivo Municipal, o presidente da Assembleia Municipal, e com agentes de desenvolvimento locais e regionais.

De seguida, a Secretária de Estado visitou as obras de requalificação do Mosteiro de Ancede e a Feira Agro Douro Verde e referiu que “ficou bem evidente que estes municípios, em articulação com a Comunidade Intermunicipal, têm estratégias bem definidas para aquilo que pretendem desenvolver, em parceria com todos os atores relevantes.

Isto é muito importante, porque cada vez mais a dimensão material infraestrutural tem que ser acompanhada daquilo que chamamos o imaterial e que consiste no trabalho em rede entre as autarquias, os produtores, as empresas e as entidades do sistema científico e tecnológico.

 Estes intervenientes são quem melhor conhece as oportunidades e as dificuldades do território e podem definir melhor as estratégias a adotar e o caminho que querem seguir, para depois, todos juntos encontrarmos os recursos humanos e materiais necessários para a implementação dessas estratégias, assim como a melhor forma de captar fundos comunitários, que constituem uma oportunidade extraordinária”.

A governante referiu-se ainda às obras de requalificação do Mosteiro de Ancede, dando os “parabéns à Câmara Municipal de Baião por recuperar um elemento de enorme valor cultural, que pode alavancar outros setores como o turismo e os serviços. Este equipamento trará dinamismo ao território, o que é muito importante para ajudar a diversificar a base económica”.

O Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, começou por se manifestar “extremamente satisfeito pelo sucesso deste certame”, e agradeceu “à senhora Secretária de Estado por estar presente para conhecer esta nossa nova iniciativa, que integra a estratégia que temos vindo a desenvolver em termos de promoção territorial.

Já tínhamos eventos de caráter gastronómico tanto na Vila de Baião e, em parceria com a Junta de Freguesia, também em Santa Marinha do Zêzere, mas faltava uma iniciativa deste género em Ancede que, após adiamentos sucessivos provocados pela pandemia, conseguimos finalmente organizar, com a felicidade acrescida de o podermos fazer neste espaço tão simbólico para todos nós e que, tenho a certeza, será uma obra que nos vai orgulhar a todos”.

Paulo Pereira aproveitou a visita da governante para uma reunião de trabalho que envolveu os agentes de desenvolvimento local e regional que puderam, assim, na primeira pessoa falar com um membro do Governo.

O edil baionense apresentou à governante o projeto de criação, em Baião, de um Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia para o setor Agroalimentar “sob o ‘chapéu’ da Comunidade Intermunicipal que identificou este como um de 26 projetos estratégicos, que foram validados e aprovados por todos os Presidentes de Câmara que integram esta entidade. A ideia é trazer este conhecimento, estimulando todo o potencial do nosso território. Já tinha referido este assunto aquando de um encontro com a senhora Ministra da Agricultura, que também se manifestou disponível para ajudar.”

O autarca, manifestou ainda perante a governante a “necessidade de se reavaliar a questão das portagens, nomeadamente da Autoestrada A4, algo que já tínhamos dado conta à senhora Ministra da Coesão Territorial numa visita que fez ao nosso território no início do ano passado”.

“No fundo, foi uma conversa muito interessante e produtiva com a senhora Secretária de Estado, que é alguém que tem uma visão pragmática e, que mais do que nos trazer aqui conceitos teóricos, não só ouviu aquilo em que gostaríamos de contar com a sua ajuda, como nos deu ainda mais balanço para apresentarmos outras possibilidades que poderão vir a confluir para aquilo que é o nosso propósito: a qualidade de vida da nossa população”, concluiu Paulo Pereira.

PRIMEIRA EDIÇÃO FOI UM SUCESSO E SERÁ PARA REPETIR

Apesar do intenso calor que se fez sentir ao longo de todo o fim-de-semana, o Vereador dos Assuntos Económicos, José Lima Soares, manifestou-se “feliz pelo sucesso deste certame. A reação que tive, tanto dos expositores, como dos criadores e produtores é que, apesar de ter sido a primeira edição, estava bem organizado e houve muita adesão do público.”

O autarca deixou ainda uma palavra aos colaboradores da autarquia, que “graças ao seu esforço, empenho e profissionalismo conseguiram montar um evento desta dimensão em tempo recorde.

Destaco ainda o apoio inequívoco de todos, desde a União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, a EPAMAC, a ANCRA, a ACRIBAIMAR, as associações de caçadores e a população em geral. Só assim é possível concretizar eventos desta dimensão.

Este não foi apenas um evento gastronómico, pois revestiu-se de uma importância enorme para o setor primário, uma vez que debatemos o seu estado atual e as oportunidades futuras.

José Lima Soares, terminou afirmando que “superamos as expetativas que tínhamos para este certame e ficou provado, mais uma vez, que Baião sabe receber e tem capacidade para organizar eventos desta dimensão, por isso, temos a certeza de que o Agro Douro Verde irá ter mais edições no futuro. Gostava ainda de deixar uma referência à Cooperativa Dolmen, nossa parceira nesta organização e que em muito também contribuiu para o sucesso desta iniciativa.”

O Presidente da União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, Daniel Guedes, estava “orgulhoso por este evento fantástico que trouxe tanta gente à nossa terra. Estivemos todos empenhados para que isto corresse pelo melhor e foi o que aconteceu. Em todas as vertentes, não tenho dúvidas que foi uma organização muito bem-sucedida e sei que nos próximos anos será ainda melhor”.

A Feira AGRO Douro Verde foi organizada pela Câmara Municipal de Baião, em parceria com a Dolmen – Desenvolvimento Local e Regional, Crl, no âmbito do Projeto “Produtos que Marcam (as) Gentes”, inserido na EEC PROVERE “Turismo para Todos”.

Este certame contou ainda com o apoio da União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, da EPAMAC, do Clube de Caçadores de Baião, da Associação de Caçadores e Pescadores de Ovil e Loivos do Monte, da Associação de Caçadores, Pescadores e Proprietários de Ribadouro, da ANCRA – Associação Nacional de Criadores da Raça Arouquesa e da ACRIBAIMAR – Associação de Criadores de Gado de Baião e Marco de Canaveses.

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Segunda-feira 19°11°CTerça-feira 24°11°CQuarta-feira 22°12°CQuinta-feira 22°13°CSexta-feira 27°17°CSábado 34°21°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico