• Segunda-feira 11°5°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Destaques Institucional Proteção Civil

Augusto Freixo e José Costa foram homenageados pelos Bombeiros Voluntários de Baião

Os Bombeiros Voluntários de Baião realizaram, a 20 de novembro, uma cerimónia de homenagem a Augusto Freixo e a José Costa, respetivamente, o antigo presidente e o antigo comandante daquela Associação Humanitária, que cessaram funções após décadas de dedicação.

Augusto Freixo, integrou a Direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Baião entre 1971 e 2019, sendo que desde 1985 exerceu o cargo de Presidente da Direção.

José Costa, desempenhou as funções de bombeiro durante 49 anos e de funções de comando durante 33 anos, passando agora ao Quadro de Honra.

Numa cerimónia emotiva, foi guardado um minuto de silêncio em memória de três bombeiros da corporação falecidos em serviço ao longo desse período: Paulo Teixeira, Ludgero Marques e António Oliveira.

Os homenageados receberam ainda o Galardão de Carreira, criado pela Federação de Bombeiros do Distrito do Porto e atribuído pela primeira vez nesta ocasião; e o colar de cidadania e mérito da Liga dos Bombeiros Portugueses.

Esta iniciativa, contou com a presença do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, do Presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, do Presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Duarte Costa, do Vice-Presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Marco Braga, do Comandante Distrital de Operações e Socorro do Porto, Albano Teixeira, do 2º Comandante Regional do Norte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Armando Neves da Silva, e do Presidente Federação Bombeiros Distrito do Porto, José Morais.

Estiveram também presentes os presidentes da direção e da Assembleia Geral da Associação de Bombeiros Voluntários de Baião, respetivamente Orlando Rodrigues e José Henrique Magalhães e o Comandante da corporação, Alexandre Pinto.

Marcaram ainda presença vários responsáveis, como o Presidente da Assembleia Municipal de Baião, Armando Fonseca, o Deputado à Assembleia da República, José Luís Carneiro, o vice-presidente da Câmara Municipal, Filipe Fonseca, o Presidente da Junta de Campelo e Ovil, David Monteiro o comandante dos Bombeiros Voluntários de Santa Marinha do Zêzere, Márcio Vil, o tesoureiro da Direção dos Bombeiros Voluntários de Santa Marinha do Zêzere, Manuel Rocha, o Cooordenador Municipal de Proteção Civil, José Manuel Ribeiro e vários autarcas de freguesia, dirigentes associativos, representantes de corporações de bombeiros da região, bombeiros e bombeiras baionenses e familiares dos homenageados.

No contexto desta iniciativa foi ainda apresentado e benzido um novo veículo dos Bombeiros Voluntários de Baião, uma ambulância de transporte de doentes.

EXCERTOS DOS DISCURSOS DA HOMENAGEM 

AUGUSTO FREIXO

O homenageado começou por fazer uma retrospetiva das principais concretizações e do percurso da corporação enquanto foi seu dirigente, assim como a contextualização histórica da vida da corporação dos Bombeiros Voluntários de Baião.

Num discurso emocionado e referindo-se aos presentes, afirmou que “a vossa presença é motivo de orgulho para nós”, tendo-se mostrado ainda surpreendido com a sua longevidade como dirigente. “Nunca pensei entrar aqui um jovem e sair um velhote de 74 anos”, tendo ainda manifestado a sua tristeza “devido à morte de três bombeiros em serviço”.

Referiu-se a José Costa – “Um comandante dotado de capacidade de liderança, que pode orgulhar-se do seu trabalho e da forma como dotou a associação de um quadro técnico competente”.

Pediu desculpa e perdão à mulher, e à família, por tudo o que passaram e pelas suas ausências prolongadas.

Para finalizar, Augusto Freixo agradeceu a colaboração de todos os Presidentes de Câmara com quem conviveu, assim como de todos os Presidentes de Junta da área de jurisdição dos Bombeiros de Baião, aos comandantes com que lidou e a todos os bombeiros e bombeiras que fazem parte da história da corporação. 

JOSÉ COSTA

“Esta foi a minha primeira casa e uma instituição que ajudei a crescer e a estruturar e que é hoje uma das Associações Humanitárias mais prestigiadas do país.

Nem todos os momentos foram fáceis e não foram só dias felizes. Houve dias de sufoco, angustiantes e de preocupação, nomeadamente quando três operacionais nossos perderam a vida a servir o outro.

O senhor Augusto Freixo possui uma personalidade honesta e responsável. Juntos fizemos uma equipa extraordinária e mesmo com críticas nunca nos deixamos abater.

Agradeço muito aos Bombeiros Voluntários de Baião por nos proporcionarem esta homenagem e a todos o que connosco trabalharam ao longo de todos estes anos. Aos meus bombeiros, que levo no meu coração, mesmo aqueles que não gostavam tanto de mim, pois Deus que é Deus, também não agradou a todos. Obrigado ainda a todos os Presidentes de Câmara com quem trabalhei, que sempre nos apoiaram e que sei que levo comigo a amizade de todos eles, bem como a todos os comandantes, presidentes de corporações e inspetores com que criámos uma amizade grande. Obrigado também à minha família, que se viu privada da minha presença durante muito tempo”.

EDUARDO CABRITA – MINISTRO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

“É por vós que me desloco hoje a Baião com muito orgulho e honra e é nestes momentos que se vê a verdadeira afirmação dos valores de solidariedade social e, por isso, compreendo muito bem que a comunidade baionense se sinta orgulhosa pelo que estes dois homens deram durantes décadas a esta associação.

Ambos dedicaram meio século a construir a história da comunidade a história desta instituição. São dois dos melhores exemplos desta que é uma história única.

As 435 associações humanitárias portuguesas são um exemplo de voluntariado. Mobilizam no seu seio cerca de 30 mil bombeiros e bombeiras no seu corpo ativo.

Quero deixar uma homenagem especial aos bombeiros portugueses, porque apesar da pandemia, não deixaram de realizar tudo o resto que teriam de fazer, demonstrando uma dedicação de primeira linha no combate a este flagelo. Não deixaram de acorrer a incêndios. Não deixaram de abrir portas trancadas. Não deixaram de desencarcerar pessoas que precisavam de auxílio. Não deixaram de transportar doentes.

É por estes motivos que os 30 mil bombeiros no quadro ativo vão estar na prioridade para receberem a dose de reforço da vacina contra a COVID-19.

Olhamos para o exemplo de todos e compreendemos bem como a comunidade se sente reunida e orgulhosa em torno dos bombeiros.

Os bombeiros são a coluna dorsal do sistema nacional de proteção civil. Este ano duplicamos os apoios ao fundo social dos bombeiros e louvamos o exemplo de autarquias como Baião, que vão ainda mais além do que está estabelecido pela tutela, no que concerne aos apoios que dão às corporações”.

PAULO PEREIRA – PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BAIÃO

“Quero destacar a presença do Sr. Ministro nesta iniciativa. Sei que o faz com gosto, com convicção, com o sentimento de respeito que as corporações de Bombeiros lhe merecem, e hoje, aqui, em particular, o exemplo para a Comunidade, a Sociedade, a Nação de dois homens que lhe dedicaram toda uma vida: O Sr. Augusto Freixo e o Comandante José Costa.

São dois homens de reconhecidos méritos, carácter e competência.

José Costa merece o reconhecimento daquilo que deu à nossa comunidade e no modelo de ser humano que constituiu para várias gerações de baionenses. A sua ação e a sua dedicação à comunidade e à missão de Bombeiro foi sempre altruísta, com forte amor pela comunidade e dedicação a esta nobre missão do qual foi (e é) um incansável embaixador.

O seu trabalho como bombeiro e comandante e a sua experiência e conhecimento são amplamente reconhecidos na família dos bombeiros portugueses, reflexo dos seus valores e princípios, da sua simplicidade e humildade. Homem de afetos e abnegado, sempre pôs à frente dos interesses pessoais o bem-estar e a proteção dos baionenses, nunca desmoralizando e sempre com coragem, força e determinação, incentivando e moralizando os operacionais. É alguém que esteve sempre presente, estendendo a mão a todos os que dele necessitavam. É, na nossa comunidade, um esteio. Um Homem bom, de palavras suaves e sorriso afável, a quem – para lá da relação institucional – tenho o grato prazer de chamar de Amigo.

Augusto Freixo será sempre reconhecido pelos baionenses como um pilar do movimento associativo do nosso concelho.

Ao longo dos muitos anos que dedicou à causa pública e a Baião demonstrou uma entrega e dedicação permanentes em todas as coletividades de que fez parte, com destaque para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Baião, cujos órgãos sociais integrou durante quase meio século, nunca voltando as costas às dificuldades e sempre com as palavras certas no momento certo. Desempenhou as suas funções, com um respeito, competência e dignidade, somente ao alcance dos grandes homens. Foi muito com ele que esta Associação cresceu e ganhou prestígio, constituindo-se como uma referência nacional. Augusto Freixo merece o nosso reconhecimento pelo que fez e pelo legado que nos deixa, mas acima de tudo, pela personalidade humilde e generosa que é, um exemplo para todos nós”.

MARCO BRAGA – VICE-PRESIDENTE DA LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUESES

“É sempre bom fazer as homenagens em vida. Quase 50 anos da vossa vida ao serviço da causa do voluntariado dos bombeiros faz com que esta homenagem seja mais do que merecida e todos nós aprendemos com o vosso exemplo”. 

JOSÉ MORAIS – PRESIDENTE FEDERAÇÃO BOMBEIROS DISTRITO DO PORTO

“É para mim um sentimento de honra reconhecer as carreiras dos homenageados. Tiveram carreiras altamente prestigiantes e é indescritível o vosso contributo para a causa dos bombeiros e realçar que o importante é deixarmos condições para transições pacíficas, como foi o caso aqui em Baião. A Direção da Federação criou o Galardão de carreira – Colar de Cidadania e Mérito da Liga dos Bombeiros – que representa a Fénix do distrito do Porto e que hoje vos ofereço como gesto de agradecimento”. 

ORLANDO RODRIGUES – PRESIDENTE DA DIREÇÃO DA ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE BAIÃO

“A realização desta cerimónia, é uma iniciativa e decisão desta Direção, que passado pouco tempo da sua tomada de posse (12 de Janeiro de 2020) achou por bem, e por unanimidade, avançar para a realização deste evento. Aliás, esta cerimónia só não foi ainda realizada, devido à crise pandémica que nos tem assolado.

(…) Há muitos anos atrás, acabado de sair da adolescência e a entrar na vida adulta, no mundo do trabalho, tive o privilégio de me cruzar com o Sr. Freixo nesta casa. Estava num momento difícil porque não havia ainda muito tempo que tinha perdido o meu pai, vítima de um acidente de trabalho. O Sr. Freixo tornou-se assim para mim, uma referência, quase como uma figura paternal. Homem íntegro e de valores, sério e bom, competente, com ética e de compromissos, com uma enorme capacidade de trabalho. Durante todos estes anos, desempenhou as suas funções com descrição, clareza e transparência.

O Sr. Comandante Costa, pessoa arrojada e audaz, irreverente, nunca virando a cara à luta, fazendo das fraquezas forças, catapultou esta corporação de bombeiros para um nível superior, merecendo o respeito das nossas congéneres, pela qualidade do seu trabalho e das suas intervenções. A forma apaixonada, mas responsável como enfrentava e participava na resolução das operações mais complexas nos mais diversos teatros de operações, acabava por ser contagiante para quem com ele partilhava esses momentos.

Em suma, digo que do Sr. Freixo, herdei o bom senso e do Sr. Comandante Costa herdei a paixão pelos Bombeiros”.

ALEXANDRE PINTO – COMANDANTE DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE BAIÃO

“Os dois homenageados são verdadeiros homens que fazem com que todos se sintam grandes junto deles. Protagonizaram uma epopeia com mais de 40 anos e são dois homens que viram nascer e fizeram crescer esta associação humanitária. Augusto Freixo foi sempre um bastião de equilíbrio, de respeito e exemplo para todos. Foi um homem de contas certas e possui uma visão empreendedora e responsável. É alguém benevolente, mas de palavras e de posição dura quando se exigia. Um verdadeiro bombeiro sem farda.

José Costa, é alguém com uma enorme dedicação, resiliência e competência. Teve uma longa e honrada carreira com 49 anos de dedicação a esta causa, 21 dos quais como comandante. Foi um exemplo de carácter e perseverança e deixou um legado incomensurável”.

JOSÉ HENRIQUE MAGALHÃES – PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA GERAL ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE BAIÃO

“A presença de tão ilustres personalidades honra esta associação e traz lustre a esta cerimónia de homenagem. Augusto Freixo e José Costa são exemplos de civismo, que sempre se evidenciaram como participantes de uma cidadania ativa e feitores do bem-estar coletivo. São exemplos de altruísmo, civismo e desprendimento e, por isso, são alvo do meu respeito pessoal e institucional”.

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Segunda-feira 11°5°CTerça-feira 13°6°CQuarta-feira 5°CQuinta-feira 3°CSexta-feira 9°CSábado 11°5°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico