• Quinta-feira 10°10°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Assembleia Municipal Destaques Institucional

Discursos na tomada de posse para o novo mandato

Decorreu na tarde de 16 de outubro a tomada de posse dos órgãos autárquicos do município de Baião para o mandato 2021-2025.

A sessão contou com discursos de três responsáveis políticos: o presidente da Assembleia Municipal cessante, José Luís Carneiro, o presidente da Assembleia Municipal eleito, Armando Fonseca e o reeleito presidente da Câmara Municipal, Paulo Pereira.

JOSÉ LUÍS CARNEIRO – “A dedicação e o serviço a Baião vão continuar”

Leia aqui o discurso completo

O presidente cessante da Assembleia Municipal de Baião, José Luís Carneiro terminou, nesta sessão, um ciclo de 24 anos de pertença aos órgãos autárquicos em Baião. “É praticamente metade dos meus 50 anos de vida. Mas, a dedicação e o serviço a Baião vão continuar, como é meu dever. A Baião devo o que sou! A cultura do serviço público quando vive na essência da pessoa, nunca cessa. (…) A origem e o destino desse serviço é sempre o mesmo: as pessoas e o seu interesse geral. Servir uma causa. Servir um ideal. Eis a razão por que estamos aqui! A razão por que estamos na política!”

No último mandato na Assembleia Municipal, referiu, procurou-se “dar continuidade ao trabalho de qualificação da vida democrática. No escrutínio da ação do executivo, mas, também, na procura incessante para que os representantes na Assembleia Municipal mantivessem o diálogo com os nossos concidadãos”.

Na sua intervenção houve lugar a felicitações aos novos eleitos: “Hoje é a hora de felicitar todas e todos as senhoras e senhores eleitos aos diferentes órgãos autárquicos”.

No seu discurso José Luís Carneiro lembrou o “percurso notável” de desenvolvimento feito pelo concelho de Baião. “Nos indicadores de qualificação da sua população, dos mais jovens aos mais velhos; nos indicadores relativos à juventude, à cultura e ao desporto; nos parâmetros relativos às infraestruturas de água, de saneamento, de comunicações e transportes; na rede de equipamentos coletivos, onde se destacam os centros cívicos, os centros escolares e os centros de relação comunitária e, mais recentemente, a Biblioteca Municipal e o Mosteiro de Ancede. E não devemos esquecer de mencionar a qualificação do espaço público urbano e rural, a par com outras conquistas anteriores nos equipamentos coletivos de cultura, de desporto, recreio e lazer e que tornou Baião numa melhor terra para viver, para visitar e para investir”.

E referiu que um dos maiores avanços deu-se com a valorização da democracia: “avançamos muito onde mais importa avançar. Na consciencialização de que a democracia é um valor para o qual todas e todos devem contribuir. Todos os dias. Uma democracia de qualidade nunca é um dado adquirido”.

José Luís Carneiro encerrou a sua intervenção com um agradecimento aos baionenses e com a evocação de uma memória do início da sua governação autárquica: “A todas e a todos os baionenses, o meu agradecimento pelo apoio e confiança que em mim sempre depositaram. De todos as memórias que retenho dos tempos felizes de dedicação autárquica a Baião, tenho comigo e para sempre a memória das crianças que passaram a ter refeições nas escolas 90 dias após a nossa tomada de posse. O Vereador da Educação era o Dr. Paulo Pereira. Desde então, o homem do futuro”.

 

ARMANDO FONSECA – “O exercício dos cargos que agora vamos ocupar requer a nossa superação, a disponibilização de toda a nossa sabedoria”

Leia aqui o discurso completo

O novo presidente da Assembleia Municipal começou por “agradecer, publicamente, a todas aquelas e todos aqueles que de forma direta ou indireta, se envolveram nestas eleições. A forma ordeira, respeitosa e animada com que decorreu a campanha eleitoral, é reveladora da cultura democrática existente no nosso querido concelho”.

A meu ver, nestas eleições não existiram derrotados, todos ganharam, porque quando alguém se disponibiliza para lutar por aquilo em que acredita e genuinamente está disposto a servir a comunidade, já alcança uma vitória”, acrescentou.

Nas suas palavras, Armando Fonseca evidenciou a importância, para o desenvolvimento do concelho, do trabalho dos autarcas, mas também das empresas e das instituições sociais, humanitárias, desportivas, culturais e recreativas.

“É inequívoco que nunca como hoje existiram tão boas condições para viver e trabalhar em Baião”, notou, acrescentando que “muito ainda está por fazer, por isso é que aqui estamos, cheios de vontade, motivados e empenhados em dar o nosso contributo para todos juntos ultrapassarmos as dificuldades que ainda persistem”.

“No que diz respeito à Assembleia Municipal, órgão deliberativo do Município, dizer-vos que a sua ação, não se pode limitar à apreciação e fiscalização da atividade do executivo municipal, nem tão pouco à participação dos seus membros nas sessões ordinárias e extraordinárias. Considero que deve ter uma atuação mais abrangente. Na minha perspetiva, cabe à Assembleia Municipal, o papel de ouvir a população, identificar os seus problemas, conhecer as suas preocupações, auscultar os seus anseios e fazê-los chegar a quem tem o poder de executar”, afirmou.

E assumiu um compromisso: “Tudo farei para que a Assembleia Municipal seja ainda mais participativa e participada, esteja ainda mais próxima das pessoas, seja mais moderna e se consiga adaptar aos novos tempos, um órgão onde todos sem exceção tenham a possibilidade de dar o seu contributo”.

Armando Fonseca disse ainda que o exercício dos cargos públicos obriga a uma grande exigência e responsabilidade: “O exercício dos cargos que agora vamos ocupar requer a nossa superação, a disponibilização de toda a nossa sabedoria, a utilização da nossa experiência de vida e, acima de tudo, um longo e árduo trabalho, pois só assim conseguiremos obter o tão almejado sucesso (…) Saibam que a dignificação e o prestígio dos órgãos que lideramos, a manutenção do poder democrático e a esperança num futuro melhor, dependem em boa parte de nós”.

A terminar, o novo presidente da Assembleia Municipal apelou ao envolvimento das populações “não cabe só aos autarcas eleitos darem o seu melhor, por isso faço um apelo a todas e todos os Baionenses para que se envolvam em comunidade, que deem também o seu contributo. Juntos podemos construir um concelho mais solidário, mais fraterno, mais envolvente e mais cativante, no qual ninguém fique esquecido”.

 

PAULO PEREIRA – “Todos juntos somos melhores, somos mais fortes!”

Leia aqui o discurso completo

As primeiras palavras do discurso de Paulo Pereira foram dirigidas aos baionenses. “Um agradecimento público pela forma como me receberam e às nossas Equipas, bem como pela forma atenta e exemplar como avaliaram os resultados de um mandato complexo, mais frutuoso, de uma campanha esclarecedora, e que nas urnas reconheceram e validaram de forma expressiva e inequívoca o projeto político de desenvolvimento que pretendem para Baião”.

O reeleito presidente da Câmara Municipal de Baião deixou uma palavra especial “a todos aqueles que cessam a atividade política por opção ou pela contingência dos resultados eleitorais. A todos, sem exceção. Independentemente dos partidos políticos”.

Entre os autarcas que cessam funções, Paulo Pereira dirigiu palavras especiais a José Luís Carneiro (cessou funções como presidente da Assembleia Municipal) e a José Pinho Silva (cessou funções como Vice-Presidente da Câmara Municipal).

“José Luís Carneiro por tudo o que representa na história de Baião. Como político, destacou-se pela sua dedicação e pela sua visão de horizontes vastos (…) colocando o seu caráter humanista ao serviço da comunidade e não se conformando com espartilhos que poderiam ser colocados a Baião”.

“José Pinho Silva pelo seu profissionalismo, permanente empenho, sentido de lealdade e de serviço público e pelo génio que emprestou na gestão dos diversos dossiers que tratou”.

Paulo Pereira cumprimentou com “lealdade institucional” todos os novos eleitos. “Estarei disponível para todos. Juntos, Assembleia Municipal, Câmara Municipal e Juntas de Freguesia, cumpriremos com os baionenses, reforçando assim a nossa relação de confiança”.

Disse ainda ser tempo, depois deste período de campanha eleitoral, de “sarar uma outra pequena ferida e olhar em frente, contando com todos”.

“Porque todos amamos Baião, porque todos gostamos da nossa Comunidade, porque, todos juntos somos melhores, somos mais fortes! E eu, continuarei a ser o Presidente de Câmara de todos os Baionenses. Ouvindo todos, valorizando todos, respeitando todos!”, acrescentou.

Sobre os resultados eleitorais, que considerou serem expressivos sobre as preferências dos baionenses, Paulo Pereira referiu que a taxa de abstenção (32,3 por cento) foi 14 pontos percentuais inferior à média nacional, “mas é importante sublinhar que houve 5439 pessoas que não foram votar”, o que significa que os responsáveis políticos devem fazer um esforço adicional para ouvir cada vez mais os cidadãos e os seus anseios.

Paulo Pereira preconizou um mandato muito exigente, “mas cheios de bons pretextos, bons projetos, boas obras. Quatro anos que constituirão mais uma peça do desenvolvimento da nossa terra num projeto político iniciado há 16 anos”.

O foco do novo mandato estará na promoção da “qualidade de vida e a qualificação das pessoas e do território (…) Tornar o nosso território um espaço ainda mais aprazível para a construção de projetos: projetos de vida, projetos empresariais. Projetos de futuro”.

Para rematar, o autarca deixou uma garantia a todos os baionenses: “Renovarei a minha energia no sentido de continuar a estar à altura de tão importante desígnio com uma confiança inabalável no futuro”.

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Quinta-feira 10°10°CSexta-feira 11°12°CSábado 14°10°CDomingo 14°9°CSegunda-feira 14°8°CTerça-feira 13°7°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico