• Segunda-feira 17°16°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Ação Social Destaques Institucional Social

Secretária de Estado da Ação Social conheceu 3 novos projetos sociais para Baião

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, defendeu que as instituições de solidariedade social do interior, e dos territórios de baixa densidade, devem ter mais apoios por parte da Segurança Social, e uma “discriminação positiva”, porque enfrentam mais custos e desafios do que as que estão em zonas mais povoadas.

 

O autarca expôs essa ideia durante a visita ao concelho da Secretária de Estado da Ação Social, Rita da Cunha Mendes, no dia 29 de julho. A governante visitou três instituições do concelho que estão a desenvolver projetos para novas respostas sociais.

 

“Há um conjunto de medidas, e de regras, que são pensadas para áreas urbanas onde há maior concentração de pessoas. Era importante existir um olhar mais atento aos desafios dos territórios com menos pessoas. Atuar, por exemplo, num serviço de apoio domiciliário num concelho como o nosso é mais demorado e obriga a percorrer maiores distâncias, o que acarreta mais custos”, observou Paulo Pereira.

 

SETOR SOCIAL É MUITO IMPORTANTE

A visita da Secretária de Estado da Ação Social a Baião ocorreu a convite de Paulo Pereira e permitiu a realização de uma reunião nos Paços do Concelho com representantes de todas as entidades sociais do concelho: Adegril, Cecajuvi, Centro Social e Paroquial de Santa Marinha do Zêzere, Centro Social de Santa Cruz do Douro, Ober e Santa Casa da Misericórdia.

 

Na reunião, Paulo Pereira destacou a importância das entidades sociais do concelho: “Prestam um serviço fundamental aos nossos idosos e às pessoas vulneráveis, mas também no apoio à infância. E possuem uma grande relevância no domínio da economia social, porque fixam pessoas nos territórios, geram emprego e contribuem para a dinâmica económica”.

 

A Secretária de Estado da Ação Social enalteceu a importância do trabalho realizado pelas entidades sociais do concelho, não apenas na sua atividade regular como muito em especial no período de grandes dificuldades e desafios que foi o da pandemia COVID-19.

“O Presidente da Câmara teve a amabilidade de me convidar para visitar o concelho há mais de um ano e só a circunstância de ter surgido a pandemia COVID-19 me impediu de vir mais cedo conhecer esta realidade.

Quisemos vir a Baião ouvir as instituições e saber das suas preocupações, conhecer os seus projetos e testemunhar no terreno o impacto que o seu trabalho tem diariamente na vida de tantas pessoas, ocupando-se do bem-estar dos outros. Quisemos também reconhecer publicamente a importância desse trabalho”, observou.

 

VISITA A 3 INSTITUIÇÕES

A Secretária de Estado teve a oportunidade de visitar as entidades que querem desenvolver novos projetos sociais através do Programa de Alargamento das Respostas Sociais (PARES): a ADEGRIL pretende remodelar uma antiga escola primária no Grilo para criar um Centro de Dia; a Santa Casa da Misericórdia pretende criar um lar residencial para pessoas portadoras de deficiência e o Centro Social de Santa Cruz do Douro projeta a ampliação da sua estrutura residencial para idosos (lar).

 

Rita da Cunha Mendes explicou que estão em análise as candidaturas ao PARES. Este programa financia em 85 por cento os investimentos de alargamento da rede social.

 

A governante notou que as entidades que não vierem a ser apoiadas pelo programa PARES, poderão receber apoios para alargarem as suas valências através do Programa de Recuperação e Resiliência (fundos de recuperação da pandemia COVID-19). O PRR irá financiar a 100 por cento estes investimentos ao nível da infraestrutura (exclui equipamentos).

 

“Queremos permitir o alargamento da requalificação de respostas sociais cuja necessidade todos sentimos para garantir serviços de apoio social contínuos às pessoas que deles carecem, nomeadamente pessoa idosas, pessoas com deficiência. Teremos o PARES 3.0 e futuramente, no âmbito do PRR, uma nova fonte de investimento também para respostas sociais. Queremos consolidar a rede de equipamento sociais e alargar os serviços às pessoas que deles carecem”, disse Rita da Cunha Mendes.

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Segunda-feira 17°16°CTerça-feira 18°10°CQuarta-feira 22°15°CQuinta-feira 24°15°CSexta-feira 24°16°CSábado 21°16°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico