• Domingo 19°11°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Destaques Institucional

Ministro da Defesa impressionado com trabalho de alunos baionenses

O Ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, esteve na última terça feira, 28 de janeiro, em Baião no âmbito do projeto “Roteiros da Defesa Nacional”. O governante, que passou também por Lamego e Vila Real, veio a Baião para se inteirar do trabalho desenvolvido por alunos baionenses na sequência do “Referencial de Educação para a Segurança, Defesa e Paz”, projeto que é trabalhado no concelho desde o ano letivo 2016/2017, depois do município ter assinado com o governo um protocolo interministerial, que tinha como objetivo a integração das temáticas da segurança, defesa e paz nos planos curriculares.

Baião foi o primeiro município do país a implementar este referencial que pretende contribuir para o envolvimento da sociedade civil no debate sobre as questões da Defesa Nacional e aproximar os cidadãos das Forças Armadas, envolvendo autarquias e escolas.

João Gomes Cravinho foi recebido pelo presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho onde se juntaram autarcas, empresários, representantes de várias associações, diretores de escolas e demais entidades, e vários membros da sociedade civil e militar. Na receção a Gomes Cravinho, Paulo Pereira teve ainda a oportunidade de receber a diretora do Instituto da Defesa Nacional, Maria Helena Carreiras.

Nos Paços do Concelho, Paulo Pereira elogiou a iniciativa lembrando a importância do “envolvimento da sociedade civil no debate sobre as questões da Defesa Nacional”. O autarca não tem dúvidas de que este “envolvimento entre autarquias e escolas aproxima os cidadãos das Forças Armadas e sensibiliza os jovens para a importância de se manter a Paz, que começa com pequenas atitudes de todos e de cada um”.

Helena Carreiras referiu que Baião “foi pioneiro na implementação do referencial de Educação para a Segurança, a Defesa e a Paz” e que “serviu de exemplo aos mais de 80 municípios que assinaram já protocolos nesse sentido”. Notou que em Baião se trabalha bem: “a ligação comunidade/escola/autarquia está bem organizadas o que foi fundamental para o sucesso do projeto”.

Antes da visita à Escola Básica e Secundária de Baião, programada para depois da receção nos Paços do Concelho e onde o esperavam dezenas de alunos e professores, João Gomes Cravinho mostrou-se muito ansioso por ver o trabalho dos estudantes, dando nota, desde logo, que Baião é um “exemplo inspirador que permitiu desenvolver bases e provar que o Referencial da Educação para a Segurança, Defesa e Paz era um projeto sólido e que deveria ser implementado e estendido a mais pontos do país”.

Já na escola, onde o diretor do estabelecimento, Carlos Alberto, fez de cicerone, os alunos tinham preparado diversos momentos de interação com o ministro. Um momento musical de abertura, onde os alunos cantaram ao vivo duas músicas alusivas à Paz, gerou grande entusiasmo mas não foi só: houve uma visita à exposição “Baião pela paz – memórias da minha família”, onde alguns alunos recolheram o espólio fotográfico da presença de seus avós e outros familiares na guerra; 5 minutos de leitura com o ministro e o autarca baionense, onde cada um escolheu ler um poema – o ministro optou por um excerto do poema que serviu de mote ao tema do seu casamento, intitulado “Navegações”, de Sophia de Mello Breyner e Paulo Pereira optou por “As mãos” de Manuel Alegre -; encontro com professores; encontro com alunos do curso profissional de Técnico de Cozinha e Pastelaria, que confecionaram um lanche para João Gomes Cravinho e para as entidades que o acompanharam;  visita a uma sala de aula onde escutou atentamente, juntamente com Paulo Pereira, os conceitos fundamentais da Defesa Nacional e, ainda, uma visita guiada, por alunos, à exposição de trabalhos realizados no âmbito do Referencial onde, desde jogos, vídeos e canções originais, foi possível ver de tudo um pouco. Durante a visita João Gomes Cravinho interagiu com os alunos por diversas vezes.

No final, muito satisfeito, o Ministro garantiu que “a cultura de Defesa deve muito a Baião” porque o concelho é “um exemplo inspirador que deu frutos noutros pontos do país”, acentuou, dirigindo-se ao presidente da autarquia local, acrescentando que os municípios são “parceiros de primeira importância” nesta estratégia.

O «Referencial de Educação para a Segurança, Defesa e Paz» foi desenvolvido por uma equipa conjunta do Instituto de Defesa Nacional e da Direção-Geral da Educação, com vista a formar e sensibilizar os alunos no âmbito curricular da Educação para a Cidadania no pré-escolar e nos ensinos básico e secundário.  Aborda, junto das gerações mais jovens, temáticas relacionadas com a vivência escolar e comunitária no processo de construção de regras e de resolução pacífica de conflitos, a educação rodoviária, ou a educação para o risco.

Gomes Cravinho deu conta de que “é necessário continuar a reforçar as temáticas relacionadas com a defesa nacional junto da sociedade”, e alertou para o facto de que a juventude é “uma boa ponte para estabelecer este elo de ligação. Baião tem feito um brilhante trabalho nesse sentido”, rematou.

AnteriorSeguinte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! 👍

Domingo 19°11°CSegunda-feira 10°3°CTerça-feira 10°6°CQuarta-feira 12°5°CQuinta-feira 16°8°CSexta-feira 17°9°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico