• Domingo 19°13°C
  • (+351) 255 540 500

  • pt Português
  • Google Tradutor
    Tradutor

Cultura Destaques Economia Outros Turismo

Delegação baionense visita Cormeilles-en-Parisis a pensar numa eventual geminação entre os dois municípios

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, acompanhado pela vereadora da cultura e turismo, Anabela Cardoso, José Lima, vereador dos assuntos económicos, Ilda Borges, coordenadora do Gabinete de Apoio ao Emigrante de Baião e Pereira Cardoso, dirigente da Cooperativa Dolmen, esteve em Cormeilles-en-Parisis, uma cidade francesa situada a cerca de 17km de Paris, entre os dias 29 de abril e 1 de maio.

Esta visita a França vem na sequência de uma outra, feita pela vice-presidente, Nicole Lanaspre, e pelo vereador dos Assuntos Culturais do Município de Cormeilles-en-Parisis, Bernard Rivy, que nos dias 31 de janeiro e 1 de fevereiro estiveram em Baião tendo o momento sido aproveitado pelos autarcas franceses para conhecerem as potencialidades do concelho, designadamente ao nível do património ambiental, histórico e cultural, a gastronomia e o sector vinícola.

Cormeilles-en-Parisis tem entre 1.700 a 1.800 famílias com nomes lusófonos em cerca de 23 mil habitantes, e estes encontros entre os representantes dos dois municípios tem como objetivo avaliar as potencialidades de uma eventual geminação, encontrando pontos comuns e que sirvam os interesses de ambos os lados.

Esta avaliação concilia os interesses do Município de Baião com os da Dolmen – Cooperativa de Desenvolvimento Local e Regional, que tem em curso o projeto Low Density High Quality, apoiado pelo Sistema de Apoio às Ações Coletivas do Norte 2020, e que tem como objetivo a criação e consolidação de novas formas de cooperação territorial e institucional, nomeadamente no domínio económico, visando a internacionalização de micro e pequenas empresas localizadas nos municípios de baixa densidade da NUT III do Tâmega e Sousa, contemplando, entre outras, ações de prospeção de novos mercados, sob o mote das geminações.

Paulo Pereira referiu-se às geminações como “um instrumento indispensável para facilitar a aproximação entre os povos e cidadãos de diferentes países” além de que “reforçam o crescimento das relações internacionais, o intercâmbio de ideias, experiências e soluções”. E notou que, depois da deslocação dos representantes franceses a Baião, “ficámos agradados com as suas intenções, pois é importante que uma eventual geminação não fique só no papel e na fotografia”, porque as geminações só “fazem sentido se houver resultados práticos desse intercâmbio”.

Entre Cormeilles-en-Parisis e Baião, o autarca baionense fez referência ao paralelismo Cormeilles-Paris e Baião-Porto, destacando áreas de desenvolvimento que constituem apostas fortes de ambos os municípios, “como é o caso da educação, formação, juventude, terceira idade, a qualidade ambiental ou a qualidade de vida, por exemplo. Se com Paris tão perto as pessoas procuram Cormeilles para fruir e viver é porque valorizam estes aspetos. E, se assim é, não tenho dúvidas de que também vão gostar de Baião, nomeadamente, enquanto destino turístico de qualidade”, referiu.

Os representantes franceses mostraram-se muito satisfeitos quanto à possibilidade de geminação entre os dois municípios lembrando o leque de possibilidades e potencialidades que encontraram em Baião aquando da sua deslocação elogiando “o belíssimo património natural, cultural, paisagístico, arqueológico, literário, gastronómico, turístico e humano que Baião possui.

Yannick Boëdec, residente da Câmara de Cormeilles-en-Parisis – que é também o Presidente da Comunidade Intermunicipal de Val Parisis (15 municípios) – referiu com especial ênfase e satisfação: “neste momento do processo, temos confiança nos frutos de um projeto de geminação fraterna e pragmática, nos setores do turismo, da economia, da cultura, do social, alicerçados em iniciativas de intercâmbio nestes domínios, não esquecendo a primeira comunidade de origem estrangeira no município e na região, que é a portuguesa. A realização de um vídeo comum ao território das duas autarquias, nas duas línguas, a apresentar no momento da assinatura da geminação, constituirá, por certo, e para além dos fins de divulgação e de promoção, um desafio estimulante para as ações subsequentes, de mútuo interesse”.

Em sintonia, as comitivas dos dois municípios prometeram trabalhar com empenho dando especial atenção ao intercâmbio educativo, cultural e comercial, e reforçando a relação com a vasta comunidade portuguesa que vive em Cormeilles-en-Parisis e nos outros municípios da área de Paris.

Ficaram, assim, identificadas as linhas de base do eventual acordo, a que se segue um período de estabilização, e de análise e decisão final dos respectivos órgãos municipais competentes, prevendo-se que o processo possa ficar concluído durante este Verão.

Do extenso programa da deslocação, constaram visitas ao Forte de Cormeilles, Salão das Artes 2018, zona industrial de Cormeilles, Museu Réunis, Igreja de Saint Martin, Teatro de Cormeilles, Piscina Municipal, Escola Profissional, Escola Jules Verne, Unidade de Autismo, Complexo desportivo de Cormeilles e participação na festa da Comunidade Portuguesa, na cidade de Frette sur Seine; e uma receção oficial com a presença do Vice-cônsul Português em Paris, João Alvim, Michaël Martins, Presidente da Associação de Portugueses em Cormeilles, o escritor português Manuel do Nascimento, entre outras individualidade e entidades.

Conheça um pouco mais de Cormeilles-en-Parisis aqui: www.ville-cormeilles95.fr

 

 

AnteriorSeguinte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Domingo 19°13°CSegunda-feira 27°14°CTerça-feira 30°20°CQuarta-feira 32°19°CQuinta-feira 34°21°CSexta-feira 30°16°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico