• Terça-feira 11°10°C
  • (+351) 255 540 500

  • pt Português
  • Google Tradutor
    Tradutor

Assembleia Municipal Destaques

Sessão Solene encerra as comemorações do 25 de Abril em Baião

Os cravos vermelhos voltaram a conferir um colorido especial ao Salão Nobre dos Paços do Concelho de Baião, na Sessão Solene comemorativa do 25 de Abril, desta feita volvidos 44 anos dessa efeméride.

“A 25 de Abril de 1974 dava-se uma mudança radical na vida política do País. Uma revolução pacífica. A revolução dos cravos: assim ficou na memória do Povo Português e de outros Povos”. As palavras são de José Luís Carneiro, Presidente da Assembleia Municipal de Baião, que presidiu à sessão solene, pela primeira vez.

Para José Luís Carneiro “o poder local democrático fez, nos últimos 44 anos, um percurso notável de desenvolvimento. É comum recordar-se a frase de mobilização dos três «D´s» de Mário Soares: descolonizar, democratizar e desenvolver. A ele e outros democratas se devem muitas das conquistas que cada um desses conceitos comporta”.

Na sua intervenção o autarca referiu também o conjunto das políticas e das práticas democráticas existente no concelho de Baião, que visam promover o desenvolvimento das pessoas, do território e dos seus recursos.

O Presidente da Assembleia Municipal terminou lembrando que “em todos os momentos e em todas as circunstâncias há dois elementos que têm que estar sempre no centro das opções políticas: as pessoas e os valores. Os valores da liberdade, da igualdade e da fraternidade”, salientou.

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, iniciou a sua intervenção dizendo que acredita “que a Revolução dos Cravos vale pelo simbolismo que detém, pela sua capacidade de mobilização dos políticos e dos cidadãos em geral, num combate por uma sociedade mais justa”.

Se em 1974 o País olhou para os soldados de Abril como os garantes da paz e da democracia, Paulo Pereira, – e em virtude do que aconteceu no verão passado – olhou para os Bombeiros portugueses como os novos heróis, exemplos maiores da determinação e do altruísmo num espírito de comunidade por um povo e por um País. Tendo dado como exemplo as duas corporações de Bombeiros do concelho: Bombeiros Voluntários de Baião e de Santa Marinha do Zêzere.

Na sequência da sua intervenção o autarca lembrou as assimetrias existentes no País referindo que “todos juntos temos de ser atores na mudança de um paradigma que concentra o investimento nacional e os fundos comunitários nas áreas urbanas e industriais, esquecendo a força das áreas agrícolas, o potencial económico dos territórios de altitude e dos saberes ancestrais de um terço da população portuguesa”. Para o autarca baionense dois terços do território nacional está subaproveitado “é necessário fazer chegar o financiamento [estatal e comunitário] a estes territórios, apoiar os seus projetos estruturantes, as suas instituições, as suas empresas e as suas gentes”, destacou.

O edil baionense salientou, ainda, a forma como encara o futuro. Garantiu trabalhar “com confiança, grande resiliência, empenhamento, motivação e alegria, para que Baião e os baionenses tenham o melhor e possam ir sempre mais longe”.

INTERVENÇÕES DOS PORTA-VOZES

Também os porta-vozes das bancadas do Partido Social Democrata e do Partido Socialista usaram da palavra na cerimónia dedicada ao 25 de Abril. Ana Raquel Azevedo, pelo PSD relembrou que a Revolução dos Cravos abriu uma nova janela de esperança, de prosperidade económica e social, sem esquecer a liberdade de escolha democrática.

Ana Raquel Azevedo recordou e homenageou os fundadores do PSD que ajudaram a construir uma sociedade mais livre, mais justa e igualitária.

Já Pedro Teixeira de Sousa, pelo PS, referiu que “o 25 de Abril é uma das datas mais importantes da história recente de Portugal. Para o porta-voz do PS “Baião é um concelho em que o 25 de Abril teve um impacto positivo, nomeadamente no acesso à educação, à cultura, na melhoria das vias de comunicação e dos equipamentos à disposição da população”.

Para o socialista a luta pela liberdade impõe que os órgãos do Município de Baião e as juntas de freguesia transmitam para as novas gerações o conhecimento acerca dos acontecimentos históricos fundamentais da vida de um país e de um concelho.

A finalizar o seu discurso Pedro Teixeira de Sousa assinalou a “missão de enorme dignidade e importância desempenhada pelos eleitos locais de forma altruísta e desinteressada”.

Depois de terminada a sessão solene, o presidente da Assembleia Municipal, o presidente da Câmara Municipal de Baião, o Coronel, Paulo Lourenço, do Instituto de Defesa Nacional e restantes convidados inauguraram uma exposição designada por “Baião pela Paz”, que retrata um olhar sobre a guerra colonial protagonizado por alunos do Agrupamento de Escolas de Eiriz. Esta exposição está patente nos Paços do Concelho até ao dia 6 de maio, seguindo depois para os agrupamentos de Escolas do Concelho.

AnteriorSeguinte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Terça-feira 11°10°CQuarta-feira 9°CQuinta-feira 11°2°CSexta-feira 11°-1°CSábado 11°-0°CDomingo 10°2°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico