• Terça-feira 12°10°C
  • (+351) 255 540 500

  • pt Português
  • Google Tradutor
    Tradutor

Assembleia Municipal Destaques

Homens de Abril estiveram em Baião para celebrar o XLIV aniversário da Revolução dos Cravos

O 25 de Abril de 1974, conhecido como a Revolução dos Cravos, foi relembrado, na tarde de 22 de abril, no Auditório Municipal de Baião, com uma conferência e um soberbo momento musical, designado de “Cantautores de Intervenção – Abril Universal”. O espetáculo esteve a cargo da associação Andarilhos.

A conferência “25 de Abril – As Causas da Revolução”.  constituiu uma excelente oportunidade para se ouvir os testemunhos diretos de dois “homens de Abril”: Coronel Rodrigo de Sousa e Castro e Alberto Martins.

Para o presidente da Assembleia Municipal de Baião, José Luís Carneiro, o 25 de Abril significa que “a liberdade, a igualdade e a fraternidade são valores que hoje continuam atuais”.

José Luís Carneiro agradeceu aos dois convidados por ajudarem a construir um País mais democrático, mais desenvolvido, mais europeu, mais comprometido com a carta dos direitos Humanos.

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, referiu que “todos nós devemos envolvermo-nos na participação cívica, estarmos atentos a tudo o que nos rodeia numa perspetiva de garantirmos um sistema democrático cada vez melhor”.

            “É um privilégio receber em Baião duas pessoas que tiveram um papel tão importante, na primeira pessoa, no que foi o desfecho do 25 de Abril”, agradeceu o autarca baionense.

A voz de quem viveu o 25 de Abril

Sousa e Castro foi o capitão de Abril convidado, nascido a 1944, natural de Celorico de Basto.  Participou na elaboração do documento “O Movimento das Forças Armadas e a Nação”, verdadeiro programa político do Movimento dos Capitães, bem como, na organização e desencadeamento da operação militar de 25 de Abril de 1974, que culminou com o derrube do regime ditatorial.

O Capitão de Abril na sua intervenção explicou o seu ponto de vista estritamente militar e a forma como decorreu a revolução de 1974. “O 25 de Abril protagonizado pelo movimento dos Capitães juntamente com a guerra colonial, são os acontecimentos mais importantes da história recente de Portugal”, referiu.

Sousa e Castro salientou ainda a bravura e a determinação de todos aqueles que participaram na revolução dos cravos.

“É para mim uma honra celebrar o 25 de Abril”, foi desta forma que Alberto Martins ex-deputado Socialista, ex-presidente da Associação Académica de Coimbra em 1969 e líder da revolta estudantil nesse mesmo ano contra o Estado Novo, começou a sua interlocução.

Para Alberto Martins o 25 de Abril é o oceano Português da Liberdade, é um momento único da história contemporânea de Portugal, salientando o “enorme progresso que o nosso País viveu desde o 25 de Abril a vários níveis: como a saúde, a educação, a habitação e as acessibilidades”.

Alberto Martins relatou vários episódios vividos por si na crise académica de 1969, quando os estudantes da Universidade de Coimbra afrontaram o regime, clamando por mais direitos, democracia e melhor ensino. Tentou com esses episódios retratar ao público o Portugal dos anos 60 e a força do movimento estudantil contra a ditadura.

A assistir ao espetáculo musical e à conferência estiveram presentes, para além do público em geral, o vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, José Pinho Silva, o vereador do ambiente, Henrique Gaspar, os vereadores Miguel Dinis Correia e Maria da Conceição Gouveia, entre outros convidados.

AnteriorSeguinte

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Terça-feira 12°10°CQuarta-feira 9°CQuinta-feira 11°2°CSexta-feira 11°-1°CSábado 11°-0°CDomingo 10°2°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico