• Sábado 23°13°C
  • pt PT
  • Google Tradutor
    Tradutor

Institucional

Vital Moreira prestigiou as comemorações do aniversário de Orlando de Carvalho

“Hoje, estou na terra de Orlando de Carvalho pelo dever de gratidão, a quem a minha geração dos anos 1960 e 1970 em Coimbra ficou a dever imenso, como exemplo de combate cultural e cívico contra a ditadura e depois na transição democrática”, recordava, assim, Vital Moreira, o ilustre baionense.

Santa Marinha do Zêzere recebeu o ilustre constitucionalista Vital Moreira para mais uma reflexão nas Comemorações do 91º Aniversário de Orlando de Carvalho, realizadas a 1 de dezembro, no auditório dos Serviços Municipais daquela Vila.

“Hoje, estou na terra de Orlando de Carvalho pelo dever de gratidão,  a quem a minha geração dos anos 1960 e 1970 em Coimbra ficou a dever imenso, como exemplo de combate cultural e cívico contra a ditadura e depois na transição democrática”, recordava, assim, Vital Moreira, o ilustre baionense.

Como forma de prestar homenagem, o constitucionalista achou que o tema escolhido por si para a reflexão – “É possível reforçar o poder de voto dos cidadãos nas eleições?” – seria do “agrado” de Orlando de Carvalho, enquanto “ativista político que sempre resguardou a sua independência cívica, intelectual e política do império dos partidos políticos”.

Sendo mais adepto do sistema eleitoral Belga, Vital Moreira defendeu que a reforma do sistema eleitoral português deve tender para a personalização, por favorecer a governabilidade e não alienar o cidadão.

Contudo, considerou “uma improbabilidade” a sua consolidação, mesmo “se julgada política e constitucionalmente virtuosa”. “Pela inconstância das posições partidárias, pela falta de convergência das soluções para a maioria dos 2/3 e pela falta de condições quando há governos de coligação à direita ou à esquerda”, justificou.

Na sessão anual de homenagem póstuma a Orlando de Carvalho o presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, sublinhou a disponibilidade de partilha, de forma desprendida, de Vital Moreira. “Uma partilha do seu saber, do seu conhecimento”, referiu o edil.

Paulo Pereira disse justificar-se “um debate sobre o reforço do poder dos cidadãos nas eleições, principalmente pelo seu afastamento da política e dos políticos, facto bem visível quando olhamos para os números da abstenção em qualquer ato eleitoral”.

O autarca considerou que este fenómeno se deve, essencialmente, à “descrença e falta de confiança” dos cidadãos na política, “mas também por motivos intrínsecos ao próprio cidadão, como sendo o individualismo, promovido pela própria sociedade”.

Reavivar a memória de Albino de Carvalho, pai de Orlando de Carvalho, foi o repto lançado por Paulo Pereira aos zezerenses, sublinhando e mostrando disponibilidade para outro desafio deixado pelo presidente da junta de Santa Marinha do Zêzere, Manuel Pereira, quando se referiu na sua intervenção à necessidade de dinamização da Sala de Estudos e Documentação do Doutor Orlando de Carvalho (SEDOC), instalada no edifício dos Serviços Municipais de Santa Marinha do Zêzere.

Contando com a cooperação da Câmara Municipal de Baião “para transformar esta Sala de Estudos num foco de cultura e num atrativo do nosso concelho, capaz de despertar e incrementar o interesse e curiosidade daqueles que nos visitam”, frisou Manuel Pereira.

José Teixeira de Sousa, responsável pela SEDOC, no uso da palavra, lembrou a coragem de Orlando de Carvalho na luta pela liberdade e pela democracia. Destacando a importância do tema do debate para Orlando de Carvalho, dado ter sido um dos impulsionadores do voto livre e um defensor dos direitos dos cidadãos na escolha em total liberdade dos seus representantes.

A comungar da mesma opinião esteve Helena Carvalho, sobrinha de Orlando de Carvalho, na sua alocução.

À sessão juntaram-se o vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, José Pinho Silva, os vereadores Anabela Cardoso, Henrique Ribeiro e Dinis Correia, deputados municipais, admiradores da personagem e obra de Orlando de Carvalho e população local.

Enaltecer a figura de Orlando de Carvalho é o propósito destas sessões anuais. Tendo já passado, desde 2012, grandes nomes do Direito, como Alberto Martins, Pedro Bacelar Vasconcelos, ou Cândido Agra, entre outros

AnteriorSeguinte

COMUNIQUE UMA OCORRÊNCIA
NO TERRITÓRIO DE BAIÃO

Alerte a Câmara Municipal de Baião para OCORRÊNCIAS no espaço público (quedas de árvores, fugas de água, estrada danificada, animais abandonados, entre outros…).

Clique AQUI para aceder à página de submissão de alertas.

Baião agradece-lhe o tempo dispensado.
Obrigado! ?

Sábado 23°13°CDomingo 25°14°CSegunda-feira 28°16°CTerça-feira 29°17°CQuarta-feira 30°18°CQuinta-feira 30°15°C

CONTACTOS ÚTEIS

Câmara Municipal

255 540 500

Praça Heróis do Ultramar 4640-158 Campelo - Baião

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

 

Auditório Municipal

255 542 918

Seg. a Sex. :  09h às 13h - 14h às 17h

 

Posto de Turismo

255 540 562

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h Sáb e Dom. : 10h às 13h

 

Museu Municipal

255 540 550

Seg. a Sex. : 09h às 13h - 14h às 17h

Ver todos

[wpc-weather id=”69316″/]

FARMÁCIAS EM BAIÃO

Farmácia Queirós Cunha | Campelo

Morada
Rua de Camões, 172
Campelo

Telefone
255 542 340

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Barbosa | Campelo

Morada
Rua de Camões, 360
Campelo

Telefone
255 541 113

Horário
Todos os dias > 08h30 às 22h00
Serviço noturno alternado

Farmácia Rocha Barros | Ancede

Morada
Rua da Capelinha, 71 e 75
Ancede

Telefone
255 551 425

Horário
Segunda a Sexta > 08h30 às 20h00
Sábado> 09h00 às 13h00 e 14h00 às 20h00
Domingo e Feriados > 09h30 às 13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia de Gestaçô | Gestaçô

Morada
Rua Soeiro Pereira Gomes, nº 30
Gestaçô

Telefone
254 888 006

Horário
Segunda a Sexta > 09h00 às 20h30
Sábado > 09h às 13h00 e 14h30 às 20h30
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico

Farmácia Santa Marinha | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 20 de Junho – Edifício Central Zezerense, LJ H
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 888 193

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/20h30
Sábado> 09h00-13h00 e 14h30-20h30
Domingo e Feriados > 09h00-13h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contactos telefónico

Farmácia Cardoso Cruz | Sta. Marinha do Zêzere

Morada
Rua 1º de Maio, nº 161
Santa Marinha do Zêzere

Telefone
254 881 900

Horário
Segunda a Sexta > 09h00/19h00
Restantes horas, disponibilidade permanente mediante contacto telefónico