Hora local: 05:26
logotipo
Você está aqui: Página inicial

ENTIDADES BAIONENSES E ANGOLANAS PARTILHAM PROJETOS COMUNS

2017/12/06

Um intercâmbio de experiências e de ideias sobre Prevenção Rodoviária foi o intuito de um encontro entre entidades baionenses e um grupo de entidades Angolanas.
Esta troca de informação e de conhecimentos, decorreu, no dia 4 de dezembro, no Agrupamento de Escolas do Sudeste de Baião, em Santa Marinha do Zêzere e permitiu olhar para projetos semelhantes, mas em ambientes totalmente diferentes. Os dois projetos têm como objetivo sensibilizar os mais jovens para a sinistralidade rodoviária.
Em representação do Município de Baião e como anfitrião esteve o vice-presidente, José Pinho Silva, para quem "educar crianças em idade escolar, sobre prevenção rodoviária é fundamental para incutir hábitos de segurança que perdurem para toda a vida".
O autarca realçou o trabalho efetuado pelo Agrupamento ao conseguir cativar alunos e professores para o Clube da Prevenção Rodoviária, de forma voluntária.
"Permitir que duas realidades completamente diferentes aprendam uma com a outra" foi o principal objetivo desta iniciativa, destacou José Pinho Silva.

O encontro contou com a participação da diretora do Agrupamento de Escolas, Manuela Miranda, que referiu que neste projeto "os alunos são convidados a aprender regras de trânsito de forma lúdica, segura e divertida, desfrutando da pista de sinalização exterior através dos carros e bicicletas a pedais".
Para Manuela Miranda este projeto é contextualizado no projeto educativo, tanto em termos de vertente teórica como prática, de forma a proporcionar aos seus utentes uma aprendizagem mais consubstanciada e em perfeita sintonia com a realidade, incitando a atitudes comportamentais prudentes e ponderadas.
Quem também deu algumas explicações sobre a Prevenção Rodoviária foi um elemento do Núcleo da Escola Segura da Guarda Nacional Republicana, agente Coelho.
Da parte das autoridades Angolanas estiveram presentes o diretor Provincial de Viação e Trânsito de Benguela, superintendente António Ngussi, o comandante da Brigada Escolar, Bernardo, o chefe do Departamento de Segurança e Prevenção Rodoviária de Benguela, António Tchango, a secretária Geral do Sindicato Nacional de Professores de Angola, Hermínia do Nascimento e a coordenadora do projeto Educação para Cidadania, Participação e Prevenção Rodoviária (CPPR), Ana Pérez, a quem coube apresentar o projeto Angolano.
Ana Pérez referiu que através da implementação do CPPR, numa escola da cidade de Benguela, conseguiram diminuir o número elevadíssimo de atropelamentos para uma taxa próxima do zero.

 

Outras notícias