Hora local: 05:30
logotipo
Você está aqui: Página inicial

PRESIDENTE DA REPÚBLICA GARANTIU VOLTAR A BAIÃO

2017/11/27

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, classificou a 25 de novembro, Baião, como uma terra " cheia de beleza , de história e de gente boa". Prometendo voltar ao "lugar único e singular, que não podia ter sido melhor escolhido" para as Comemorações do 172º Aniversário do Nascimento do Escritor Eça de Queiroz, a Fundação Eça de Queiroz.
O chefe de Estado deixou, também, elogios ao presidente da Câmara de Baião e ao presidente da Assembleia "por terem sabido entender a importância de Eça de Queiroz, da sua pessoa, da sua obra e de Tormes", discursava, em Santa Cruz do Douro na sessão comemorativa.
O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, aludiu no seu discurso à necessidade da descentralização das competências para esbater as assimetrias no desenvolvimento entre o litoral e o considerado "interior".
Marcelo Rebelo de Sousa disse ser sensível e compreender o que sente o edil baionense, recordando o cargo que teve de presidente da Assembleia Municipal em Celorico de Basto.
Ao responder ao apelo de Paulo Pereira, o Presidente da República referiu "ponderar a necessidade de se fazer a descentralização, não tanto pela afirmação do poder de um determinado momento, mas através de uma fórmula que possa durar para além dos governos, para além das maiorias conjunturais, possa ter sucesso em termos de mudança efetiva da vida das portuguesas e dos portugueses".
"O debate deve ser feito com coragem, de amplo consenso e com sensatez, porque as condições devem ser acompanhadas dos recursos correspondentes", defendeu.
Na sessão comemorativa, o presidente da Câmara elogiou o trabalho desenvolvido, ao longo de 25 anos, pela Fundação Eça de Queiroz, que "atingiu uma dimensão internacional ímpar, sendo hoje reconhecida pelo afeto e respeito com que gere o seu legado cultural".
Afonso Eça de Queiroz Cabral, presidente do Conselho de Administração da Fundação e bisneto do escritor, evocou a "determinação, a dedicação e a inteligência" da fundadora da Fundação - D. Maria da Graça Salema de Castro.
Considerou a fundação " uma jóia", que " para além de Baião, é de Portugal e do Mundo".
Antes da sessão comemorativa, Marcelo Rebelo de Sousa, realizou uma visita à sede da Fundação Eça de Queiroz, em Tormes, casa que inspirou Eça de Queiroz para o romance "A Cidade e as Serras", hoje um museu dedicado ao autor, visitado anualmente por milhares de pessoas.
As comemorações, contaram com a participação de todos os elementos do executivo municipal, deputados municipais, presidentes das juntas de freguesia, membros dos conselhos da Fundação Eça de Queiroz, representantes dos bombeiros voluntários de Baião e de Santa Marinha do Zêzere, das forças de segurança, bandas musicais de Ancede e de Santa Marinha do Zêzere, do grupo de bombos de S. Tiago de Queimada, entre outras entidades, para além de centenas de pessoas.


Escultura de Eça de Queiroz

Foi de forma calorosa que o presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, acompanhado pelo presidente da Assembleia Municipal, José Luís Carneiro, recebeu na Vila de Baião, o Presidente da República. Envoltos por uma belíssima moldura humana, inauguraram a estátua em bronze do escritor José Maria Eça de Queiroz, que perpetuará na Praça junto ao Bairro Francisco Sá Carneiro.
O chefe de Estado, após ter elogiado a escultora, Emília Lopes, pela forma feliz como representou o romancista do século XIX, considerou que a mesma constituirá um elemento de atração de turistas portugueses e estrangeiros.

 

 

Outras notícias