Hora local: 22:19
logotipo
Você está aqui: Livro de Elogios

Livro de Visitas

Agustina Maria Costa de Almeida (Vila do Conde)
Estive no Festival do Anho Assado e do Arroz do Forno e quero dar os meus parabéns à Câmara pela excelente organização.
Marcos Suárez Redon ( (Moraña-Pontevedra-Galiza))
Son concelleiro do Bloque Nacionalista Galego en Moraña (Pontevedra-Galiza) é traslado os meus parabéns á Cámara Municipal pola súa boa organización e magnífico traballo
João Silva (Santa Maria da Feira )
Boa tarde. Visitei o Mosteiro Santo André em Outubro e posso dizer que aquilo é uma beleza. Fiquei fascinado pela Capela Nosso Senhor do bom despacho é única e na minha opinião a parte mais bonita, aconselho vivamente a quem queira fazer uma visita. Penso que também é de realçar o guia Pedro Cunha pela sua simpatia, não só pela forma que nos recebe, mas pela boa explicação que faz, um pouco diferente dos outros guias que conheço, pois usa muito o humor e a visita fica mais agrádavel. Vale apena voltar pela sua simpatia. Para concluir penso que poderiam divulgar mais o Mosteiro, pois quando eu fui pensava que estava fechado e só depois constatei que não e decidi ir e foi muito bom. Cumprimentos
GUIOMAR DE FÁTIMA BAIÃO PEREIRA  (Cidade:São José dos Campos- Estado:São Paulo- BRASIL )
Fico sonhando com o dia de poder viajar e ver de perto toda a beleza, que é Portugal.Daqui do Brasil, recebo sempre as págs newsletter de Baião, cujo sobrenome assino com muito orgulho.Assinava:Teixeira Baião, antes de casar, depois ficou:Baião Pereira- meu marido neto de Português- planejo viajar até Baião ainda este ano. Abraços a todos os Baionenses; parabéns por esta maravilha que é BAIÃO.
Abílio Carvalho (Vila Nova de Gaia)
No dia 30 de abril de 2016 realizei uma visita ao Mosteiro Ancede e posso dizer que a mesma foi excelente um guia divertido que nos deu explicações detalhadas e divertidas durante toda a visita, aconselho quem não visitou ainda a faze-lo e certamente não dará o seu tempo por perdido a conhecer este magnifico Mosteiro que eu espero que continue a ser acarinhado pela autarquia e que seja o mais brevemente possível, alvo de umas tão merecidas obras de reconstrução e restauro.
José Martins (Santo Tirso)
Gostei muito de conhecer o Mosteiro de Ancede, que se não fosse por indicação dos proprietários do Aconchego das Raízes não visitaria pois ao voltar da Fundação Eça de Queirós pareceu-me que era apenas ruínas, não vendo nenhuma indicação que seria possível a visita. O guia Pedro foi ótimo, mostrando ser conhecedor da história e as explicações na linda capela muito boas.Embora seja fácil chegar ao mosteiro com as sinalizações existentes, no local falta sinalizar a entrada e horário de funcionamento.Gostei de Baião!
Salazares Vales Vilaças Pinheiros Plácidos e Horácio (Guimarães, Famalicão, Braga e Valença)
Os guias que nos acompanharam, Pedro Cunha no Mosteiro, Capela do Bom Despacho (uma grande surpresa) e Centro Interpretativo da Vinha, e o Joaquim da Rota do Românico na visita à Igreja do Mosteiro tornaram esta visita um momento único e inesquecível pelo entusiasmo e boa disposição com que nos cativaram e conduziram na visita ao monumento.
Teixeira da Silva, AJ (Gondomar)
Embora ainda careça de algum desenvolvimento,mormente nas povoações ou freguesias mais rurais, os autarcas do concelho estão de parabens por tudo quanto fazem pela região. É bom lembar que todo o concelho baionense havia estagnado no tempo. Penso que se deve valorizar tudo o que é positivo, assim como todas as críticas devem ser levadas em conta, para que estas deixem de o ser! Nota positiva para os senhores autarcas.
Tiago Semblano (Vila do Conde)
Em visita à zona do Douro foi-nos sugerido por amigos uma ida ao Mosteiro de Ancede. Em boa hora o fizemos. O dia estava magnífico e fomos recebidos com extrema simpatia pelo guia, Sr. Pedro, que demonstrou sabedoria e aptidão no serviço que estava a prestar, deixando-nos, completamente, esclarecidos relativamente à história do Mosteiro e com o que lá se passava e fazia. Informou-nos das obras que estão e que irão ser feitas na recuperação do Mosteiro. Tirou-nos dúvidas e deu-nos a conhecer produtos que o Mosteiro comercializa com produtos da zona mais concretamente do concelho de Baião. A saber, o vinho, a ginja, as lindas bengalas, os cestos, entre outros. Nas ruínas, que poderiam tornar a visita menos interessante, soube captar-nos com pormenores sobre o que cada coisa significava e para que efeito servia. A Capela do Senhor do Bom Despacho com toda aquela história foi o ponto alto. Uma agradável visita que assim se tornou devido à muita boa disposição também do guia. Espero voltar quando a recuperação estiver acabada.
Nelson Marques das Neves (Ermesinde - Porto)
Quero agradecer e elogiar o atendimento que tivemos - eu e a minha família - por parte do Pedro Cunha aquando da nossa visita ao Mosteiro de Ancede. Apesar do estado ruinoso em que se encontram aquelas instalações, ele soube (sabe) lhes dar vida e proporcionar uma verdadeira viagem no tempo. Foi um momento muito agradável a repetir e a divulgar junto dos nossos amigos. Bem hajam pelo restauro que ali estão a fazer e pela presença do Pedro Cunha que é um elemento fundamental na recuperação da imagem e divulgação desse momento e do vosso concelho. Até um dia destes. Cumprimentos.
Inês Duarte (Matosinhos)
Na passada quinta-feira, dia 25 de Maio fui visitar Baião. A primeira visita foi ao Mosteiro de Ancede, lugar onde fui acolhida pelo simpático e prestável guia Pedro Cunha. Graças ao seu conhecimento tive o prazer de saborear as histórias que por ali passaram que fizeram a minha visita um momento memorável e enriquecedor a nível cultural. De referir que, para além das informações relativas ao Mosteiro, o guia Pedro Cunha ajudou-me a organizar a minha viagem por Baião prestando todo o apoio informativo da região, das tradições e dos locais a não perder. Um sincero obrigado e até breve porque irei voltar aos encantos de Baião. Cumprimentos.

Deixar comentário

Nome: *
Idade: *
Localidade: *
E-mail: *
Texto: *
* Campo de preenchimento obrigatório